Skip to content
Biografia Resumida

Arte Medieval

Esse tipo de arte sobrevive até a atualidade, sendo considerada uma grande referência artística por conta da arte medieval conseguir representar um período histórico da humanidade.

O que significa a Arte Medieval

O termo arte medieval significa e engloba todas as produções artísticas, científicas e literárias criadas durante o período chamado de Idade Média.

A Idade Média começou exatamente no século V ao XV na Europa.

Então, é possível dizer que as obras artísticas, científicas e literárias desenvolvidas nesse momento histórico da humanidade são arte da idade média.

Arte Medieval

Quando surgiu

A arte medieval surgiu na Europa quando o Império Romano chegou ao fim após longas lutas, guerras, conflitos e combates.

O Império Romano sofreu ataques de tribos e povos germânicos que também foram chamados de povos bárbaros.
Com o fim do governo romano que possuía o domínio de terras na Europa, Ásia e África, nasceram diversos reinos que eram administrados por chefes guerreiros ou monarquias.

Nasceu também o período histórico da humanidade chamado de Idade Média ou Medieval.

Junto surgiu um novo sistema de controle político, econômico e social que é categorizado como feudalismo.

Contexto

A arte medieval nasce junto com o período da idade média no século V. O novo período da humanidade surgiu após a queda do Império Romano no ano de 476 depois de cristo. O Império Romano sofreu inúmeros ataques de povos e tribos considerados bárbaros.

Com isso, surgiu um novo sistema econômico, social e político que é conhecido como feudalismo que predominou durante a Idade Média.

O sistema feudal se baseava na servidão e submissão da população e a sua organização social era fixa através dos reinados. Nesses reinos, a sociedade se dividia entre rei, clero, nobreza e povo.

O índice de analfabetos era alto e muitas pessoas não sabiam ler e escrever. Apenas os membros da igreja católica, que na época eram chamadas de clero, e os nobres sabiam ler e escrever.

O clero tinha grande poder econômico, político e social. Logo conseguia influenciar toda a sociedade. Como forma de se aproximar da população analfabeta, a igreja católica começou se aproximar das expressões culturais que surgiram na Idade Média.

A aproximação do clero das artes tinha o objetivo de conquistar mais fiéis especialmente o povo. Dessa maneira, a igreja católica conseguiria preservar o seu poder e continuar no topo da pirâmide social.

Além disso, também seria uma forma de ficar mais próximo da população, já que a maiorias das pessoas não sabiam ler.

Essa aproximação de certo modo também incentivou o desenvolvimento da arte medieval que conseguiu atuar na área da pintura, arquitetura, música, literatura e escultura.

Principais características

O período da Idade Média foi o momento histórico da humanidade em que a igreja católica teve grande poder de influenciar a sociedade.

Como consequência, todas as expressões culturais da população europeia traziam a religiosidade como referencial.
A principal característica da Arte Medieval é a presença da doutrina e crença do teocentrismo que considera Deus como centro do universo.

Para conseguir influenciar os artistas no período da Idade Média, a igreja fazia o papel de filtro em todas as produções culturais e literárias.
Além de influenciar a área da cultura, a igreja também conseguia filtrar e influenciar a ciência.

Quem não estava de acordo com os preceitos religiosos era perseguido.

Muitos cientistas foram perseguidos, repreendidos e sentenciados à morte, como foi no caso do pesquisador italiano Giordano Bruno que foi queimado na fogueira no ano de 418.

O período que aumentou a perseguição de pessoas e cientistas que não compactuavam dos dogmas da igreja católica foi chamado de Inquisição Medieval.

Os condenados a morte chegavam ser queimados nas praças com direito a plateias.

Por conta da perseguição da igreja católica, todas as produções de expressão cultural, literária e científica possuíam a temática religiosa.

É importante destacar que a arte medieval se dividiu em dois momentos históricos. O que rendeu produções de diferentes características.

Mas a característica predominante sempre foi à religião. Além disso, também fazem parte da arte medieval na arquitetura, música, literatura, pintura e escultura, os estilos:

  • O Estilo Românico existiu no continente europeu entre os séculos XI a XIII e pode ser identificado na arquitetura das igrejas católicas.
  • O Estilo Gótico é um movimento cultural e artístico que durou entre o século XII até XVI e se consegue identificar a estética nas igrejas, esculturas, estátuas pinturas, cantigas e livros.

Artes que mais se destacaram na Idade Média

O estilo de arte medieval românico pode ser encontrado na arquitetura, pintura e esculturas.

Na arquitetura, a arte românica se destaca nas igrejas e também mosteiros.

O monumento que se sobressai na idade média é a Igreja de Notre-Dame La Grande de Poitiers, localizado na cidade francesa chamada de Pointiers.

Igreja de Notre-Dame La Grande de Poitiers

O santuário na França possui uma fachada que é esculpida, chamando atenção de turistas por ser avaliada como uma obra prima.

Na pintura, a arte medieval românica é manifestada em manuscritos, afrescos e vitrais de igrejas.

Um grande exemplo é a pintura no altar da Igreja de Santa Maria que fica na cidade espanhola de Barcelona. A pintura trás a virgem Maria com a criança Jesus no colo.

Arte Medieval

Já na escultura, as artes da idade média de estilo românica estão nas igrejas e mosteiros.

As esculturas foram produzidas para ornamentar os espaços religiosos.

Um exemplo de escultura românica famosa está na Catedral de São Lázaro na França. A escultura busca representar algumas passagens bíblicas.

Catedral de São Lázaro na França

A arte medieval do estilo gótico é conhecida popularmente como uma expressão cultural das catedrais.
Isso acontece por conta de ser uma arte da idade média que se espalhou por toda Europa, com igrejas de grande estrutura e tecnologia.

A arquitetura de arte da idade média que se destaca pela sua beleza e importância histórica é a Catedral de Notre-Dame de Paris.

Catedral de Notre-Dame de Paris

Notre-Dame é um dos monumentos mais antigos da arquitetura gótica e da França.

Em 15 de abril de 2019 sofreu incêndio que foi capaz de comprometer toda sua estrutura.

O governo da França está restaurando a catedral mais visitada por turistas do mundo. O prazo para concluir a restauração é de no mínimo cinco anos.

Na pintura, a arte gótica medieval está exposta para o público também dentro das catedrais, uma vez que estão desenhados nos afrescos.

A pintura mais famosa gótica é o afresco intitulada de “A lamentação” que é de 1306 e pintado pelo artista Giotto di Bondone.

A lamentação

O afresco está sobre olhares de turistas na Capela Scrovegni que fica na região do Vêneto, Itália.

As esculturas góticas eram consideradas como se fosse um complemento da arquitetura. Elas também são encontradas nas catedrais.

Uma escultura comum na arquitetura gótica são as gárgulas que eram utilizadas para escoar a água dos telhados no período do inverno.

Também há as esculturas nas escadarias e fachadas das catedrais. Uma estátua que chama atenção pelos detalhes, fica na Catedral de Bamberg, na Alemanha, na representação de um cavaleiro que está em cima de um cavalo.

catedral bamberg

Arte Medieval Românica e Gótica

A arte medieval românica tem diversas características na medida em que estava presente em quase todas as expressões culturais humanas.

Na arquitetura românica, por exemplo, os arquitetos gostavam de usar muitos arcos de 180 graus nos telhados das catedrais.

As paredes e pilares dos monumentos são grossos e as torres surgem entre janelas ou na fachada das igrejas.
Cristo, nas pinturas, possui sua representação com tamanho maior. Também há colorismo e mosaicos nas figuras.

As esculturas têm contornos rudes, alongados, curtos e sem movimentos naturais.

A arte medieval gótica tinha monumentos arquitetônicos extremamente altos.

As estruturas transmitiam leveza com a presença de ogivas, abóbadas em cruzarias e arcobotantes.

No entanto, os prédios possuíam uma estrutura extremamente forte e demonstravam o poder da igreja católica.

Além disso, utilizavam extensos vitrais para trazer a iluminação solar para dentro das igrejas e mosteiros.

Os vidros eram coloridos e toda igreja carrega na decoração o vitral conhecido de Rosácea que é a representação de uma flor.

Na pintura e na escultura de artistas do período gótico havia harmonia, suavidade, detalhes e tridimensionalidade.
Também se gostava desenhar pinturas de paisagens, passagens bíblicas e sagradas aos fiéis.

O colorismo estava em todas as figuras, pois se usava da técnica de pintura a óleo que proporcionava uma diversidade maior de cores aos artistas da época.

Uma característica comum também em todas as expressões da arte da idade media gótica é a tristeza e a melancolia.
Esse elemento foi inspiração de artistas e arquitetos dado que o medo, o pavor e a tristeza fazem parte das origens da arte gótica.

No início da idade média, as pessoas estavam com receio do novo sistema econômico, social e político.
Além disso, também havia o pavor da França ser invadida por estar fragilizada economicamente durante o início do feudalismo.

A arte românica e gótica do período medieval é acessível para visitação e atualmente são procuradas por milhares de turistas do mundo apaixonados pela história da humanidade.