Skip to content
Biografia Resumida

Alta Idade Média

A Alta Idade Média foi o período da era medieval, que aconteceu nos anos de 476 a 1000. Sendo uma fusão das características tantos dos povos germânicos, quantos dos povos romanos.

Todos os processos que aconteceram durante esse período, foram essenciais para formação europeia. Mas será que todas essas mudanças foram realmente importantes? Veremos mais sobre esse marco histórico.

O que foi a alta idade Média

A Alta Idade Média foi fase da história que teve como início a queda do Império Romano Ocidental, durante o período de 476 até o ano 1453, com a queda de Constantinopla. Eis então que se começa o período de consolidação e formação do feudalismo.

Durante esse período histórico, muitas mudanças ocorreram em toda o território Europeu. Os mais importantes fatos históricos foram:

  • Reinos Bárbaros se formam;
  • Formação do Império Bizantino;
  • Mundo Árabe começa a se expandir;
  • Inicia-se de ruralização tanto da economia quanto da sociedade europeia.

Nesse mesmo período, ocorre uma crise no Império Romana, crise essa que levaria a economia perder força. Surge então, com força, as atividades agrárias.

Vendo que seria uma boa oportunidade, os bárbaros, invadem territórios do Império Romano, tomando para si. Surgindo assim os reinos independentes, como os vândalos, os anglo-saxões e os francos.

Principais características

Esse período da história medieval, teve características que fizeram com que a Alta Idade Média se tornasse um marco da história da Europa. Abaixo as principais características desse marco:

  • Surge a formação do Feudalismo. Unificando assim as culturas germânicas e romanas;
  • Ruralização de todo território europeu. Fazendo com que o capital econômico fosse a agricultura. Sem qualquer meio ou moeda da comercialização externa;
  • Formação de feudos;
  • O poder político começa a ficar fragmentado. Tendo o poder tanto econômico ou político nas mãos dos senhores feudais;
  • Reinos possuem a sua autonomia;
  • Sociedade dividida em classes, cada qual com a sua função definida. A Nobreza ficava responsável por ir para as lutas, o Clero responsável pelas orações e benções, e para a mão de obra, os servos;
  • A Igreja Católica domina o cristianismo, com total força;
  • Teocentrismo, tendo um único Deus para toda a nação e toda a fé e crença;
  • Povos como os vikings, húngaros e eslavos roubam e invadem cidades europeias.

Fim da alta idade média

A Alta Idade Média de pouco a pouco chega ao fim, assim como o próprio feudalismo. Fim esse que se deve as mudanças ocorridas, durante o século X, em toda a Europa.

O feudalismo vai perdendo as forças e consequentemente gera a queda da alta idade média. Não se pode dizer que houve uma data específica que marca o fim desse período.

Entretanto,

Há fatos históricos que antecedem esse fim. Abaixo uma relação dos anos em que esses fatos ocorreram:

  • 481: Reinado do primeiro rei merovíngio dos Francos. Rei Clóvis;
  • 787: Invasão da Inglaterra pelos vikings;
  • 800: Coroação do rei mais importante da dinastia Carolíngia, rei Carlos Magno;
  • 843: Divisão do Império Carolíngios, entre os três netos de Carlos Magno. Divisão essa que se teve através do Tratado de Verdun;
  • 987: Inicia a Era Capetíngia. Hugo Capeto nesse mesmo é coroado rei da França;

O que a Alta Idade Média deixou para a humanidade?

A Alta Idade Média deixou avanços significativos para a história. A agricultura que teve maiores benefícios sobre esses avanços. Pois dessa época surgiu a cultura de rodízios de terras e técnicas para adubagem.

As atuais universidades vieram dessa mesma época. Juntamente com os movimentos artísticos, como o gótico e também o romântico.

As classes da sociedade

As sociedades, nesse período, eram divididas por classes. Cada classe tinha uma função. Esse sistema não tinha a morbilidade social, desse modo, os servos não poderiam em hipótese nenhuma subir de classe.

Veja como era dividida as classes na Alta Idade Média:

  • Clero: Responsável pela religiosidade da sociedade, ensinar e dar assistência aos pobres e aos doentes
  • Nobreza: Responsável pelas guerras, caçadas e também torneios. Tanto a classe do Clero quanto a da Nobreza, tinham direitos sobre os camponeses e também sobre as terras. Além de cobrar impostos e manter a justiça
  • Povo: Responsáveis por trabalhar nas terras dos senhores feudais. Pagavam altas taxas e impostos. Dependia totalmente dos senhores

O povo trabalhava de forma totalmente gratuita, durante alguns dias. Em outros, o pagamento era por meios de “favores”, como o uso moinhos, fornos e até equipamentos agrícolas. Veja os impostos que o povo pagava:

  • Capitação: Era o valor pago por cada membro da família;
  • Dízimo: A porcentagem de 10% paga a Igreja;
  • Talha: Uma porção da produção que seria paga para o senhor feudal;
  • Banalidade: Esse tipo de pagamento era utilizado para que se pudesse usar os bens do feudo.

Economia

A economia durante o período da Alta Idade Média, teve várias alterações devido à crise do Império Romano. Ocorrendo diminuição da produtividade, bens de consumo quase extintos no comércio e a circulação da moeda era bem pequena.

Devido a diminuição da população, afetou diretamente a produção agrícola, quanto a produção artesanal. Faltando mão de obra, não havia produtos para o comércio. Fazendo com que a produtividade tivesse uma queda.

O que era produzido, era exclusivamente para o consumo próprio. Por esse fato, até o comércio sofreu, devido não haver produto para ser comercializado.

Eis que a moeda perde a força, sendo somente usada como reserva de valor. Que só seria utilizada em momentos críticos. Por esse motivo, faltava moeda no comércio e consequentemente faltava excedentes para a comercialização.

Uma informação que deve ser levada em conta, nesse período ocorria escravidão. A quantidade de escravos era considerada baixa e fraca. A existência de escravos era localizada na Inglaterra e Alemanha.

Feudalismo

O feudalismo foi uma estrutura que tinha como foco organização econômica, social, cultural e a política. Esse tipo de sistema foi totalitário no Europa Ocidental. Tendo como principal característica a vida rural. Agricultura de subsistência.

Nesse sistema, existia dois tipos de grupos que eram predominantes. Os servos e os senhores feudais. Os servos eram obrigados a viver no campo, trabalhando dia após dia, para pagar altos impostos ao senhor feudal.

Já o senhor feudal, fazia parte da nobreza. Era responsável em proteger a classe de servos. Além de administrar e recolher taxas e impostos. Os senhores feudais tinham poder maior do que os reis.

Principais acontecimentos da Era Medieval

A Era Medieval, além de ser dividida pela Alta Idade Média, era dividida também pela Baixa Idade Média. Cada uma com características diferentes. A Alta Idade Média foi considera uma fase de regressão econômica.

Portanto a Baixa Idade Média, é a fase de crescimento, além de inovações. Preparando assim o caminho para o ressurgimento cultural e também comercial. Veja mais informações e curiosidades da Era Medieval:

  • Cruzadas: Expedições militares, que foram comandadas por reis e também por líderes religiosos;
  • Dois Papas e um Igreja: Considerado um dos momentos mais críticos da história da Igreja Católica;
  • A peste negra: Doença que dizimou um terço da população. Considerada uma epidemia mais mortal até hoje;
  • Invasão Muçulmana: Ocorrida no ano de 711 na Península Ibérica;
  • Invasão dos Vikings: Ocorrida nos séculos 8 e 11. Invadiram vários países da Europa;
  • Primeiras universidades: As primeiras universidades surgem nesse período, durante o século 12;
  • Música: Canto Gregoriano era o principal estilo musical da época;
  • Casamento: Era feito de forma “arranjado”. A moça não tinha sequer a opção de dizer não, caso o noivo não lhe agradasse;
  • Higiene: Totalmente precária. Os alimentos não tinham uma conservação adequada;
  • Medicina: Baseada em crendices.