Jornalista

Biografia de Caio Fernando Abreu

Biografia de Caio Fernando Abreu


Com toda a certeza você já deve ter lido em algum lugar da internet uma frase que foi escrita por Caio Fernando Abreu.

Além de conhecer muito mais do que suas frases, é importante saber o que há por trás da mente brilhante que transforma belas ideias em belas poesias.

Caio Fernando Abreu

História de Caio Fernando Abreu

No dia 12 de setembro de 1948, nascia Caio Fernando Loureiro de Abreu em uma cidade chamada Santiago localizada no interior do Rio Grande do Sul.

Desde pequeno, Caio já demonstrava algumas aptidões para a área literária, tendo escrito seus primeiros textos com seus seis ou sete anos de idade.

Caio cursou o colegial em Porto Alegre onde permaneceu sempre inclinado pelas áreas artísticas e literárias. Em 1966 ele publicou na revista Cláudia o seu primeiro conto intitulado de “O Príncipe Sapo”, foi também neste mesmo ano que ele começou a escrever os primeiros rascunhos do que seria o seu primeiro romance: Limite Branco, que concluiu aos 18 anos.

No ano seguinte a vida acadêmica de Caio deu mais um passo importante, este era o ano de seu ingresso na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no curso de Letras e Artes Cênicas.

Foi morar em Campinas, interior de São Paulo no ano de 1968, onde ingressou, após ter sido selecionado em um concurso e âmbito nacional, na primeira redação da Revista Veja.

Mesmo trabalhando na Revista, nunca deixou de produzir suas obras literárias. Nessa época, Caio estava sendo perseguido pela Ditadura Militar no país.

Em 1971 foi morar no Rio de janeiro, lá trabalhou nas revistas Manchete e Pais e Filhos, onde era pesquisador e redator, após alguns meses, Caio retorna a Porto Alegre, onde acabou sendo preso por porte drogas.

No ano de 1973 Caio Fernando decidiu viajar como mochileiro pela Europa, conhecendo e vivendo em vários países como Espanha, Inglaterra e França.

Prêmios de Caio Fernando

  • Em 1982, a Revista Istoé premia como melhor livro a sua obra: Morangos Mofados.
  • No ano de 1984, Caio Fernando ganhou o prêmio Jabuti pelo seu livro O triângulo das águas, na categoria de contos, crônicas e novelas.
  • No ano de 1989, concorrendo à mesma categoria recebe novamente o prêmio Jabuti, a sua obra Os dragões não conhecem o paraíso ganha novamente.
  • A sua obra Ovelhas negras recebeu o prêmio Jabuti no ano e sua morte, 1996.

Frases e poesias de Caio Fernando Abreu

Caio Fernando Abreu

  • Muito prazer, meu nome é Caio Fernando Abreu. Faço literatura, teatro, música, cinema e crítica. Mas de amor é que eu gosto mais.
  • Porque o mundo apesar de redondo, tem muitas esquinas.
  • Nada em mim foi covarde, nem mesmo as desistências: desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem.
  • Se algumas pessoas se afastarem de você, não fique triste, isso é a resposta de oração: “livrai-nos de todo o mal, amém.”
  • A vida é feita de escolhas. Quando você dá um passo à frente, inevitavelmente alguma coisa fica para trás.
  • Estou me afastando de tudo que me atrasa, me engana, me segura e me retém. Estou me aproximando de tudo o que me faz completo, me faz feliz e que me quer bem.

Eu te amo.

Ela sorriu, tímida. – Você me ama? – Não. Respondeu ele sorrindo. Todos os que amo vão embora. – Eu não suportaria te ver partir.

  • Quem não procura, não sente falta moço. – Engano seu, pequena. A nostalgia tortura e todo dia o coração implora pedindo para voltar. – Por que não volta, então? A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior, menina.
  • Fico imaginando as histórias mais incríveis. Às vezes acho que é alguém querendo se divertir comigo. – Não. – E disse pela segunda vez: – Isso é amor. – Será? Tem coisas, tem coisas que ele escreve que aprecem. Não sei, parecem verdade, entende? Ele me toca, mexe comigo. Talvez eu esteja assim todo lisonjeado porque alguém parece prestar tanta atenção em mim. – Isso é amor – eu repeti pela terceira vez.
  • Vai passar, tu sabes que vai passar talvez não amanhã, mas dentro de uma semana, um mês, ou dois, quem sabe? O verão está aí, haverá sol quase todos os dias, e sempre resta essa coisa chamada de “impulso vital”. Pois esse impulso às vezes é cruel, porque não permite que nenhuma dor insista por muito tempo, te empurrará quem sabe para o sol, para o mar, para uma nova estrada qualquer e, de repente, no meio de uma frase ou de um movimento te surpreenderás pensando algo assim como “estou contente outra vez”.

Obras

Caio Fernando Abreu

Caio Fernando possuía alguns escritores como inspirações, como: Clarice Lispector, Gabriel García Marques e Hilda Hilst. Caio trouxe para a época uma revolução com a sua escrita de temas incomuns e linguagem simples e coloquial.

Existem várias obras que foram escritas por Caio Fernando, dentre contos, novelas, poesias, crônicas peças e literaturas, as suas principais obras são:

  • Limite Branco (1970).
  • Inventário do irremediável (1970).
  • Ovelhas Negras (1974).
  • O Ovo Apunhalado (1975).
  • Pedras de Calcutá (1977).
  • Morangos Mofados (1982).
  • Triângulo das Águas (1983).
  • Pequenas Epifanias (1986).
  • As Frangas (1988).
  • Mel e Girassóis (1988).
  • A Maldição do Vale Negro (1988).
  • Os Dragões não Conhecem o Paraíso (1988).
  • Onde Andará Dulce Veiga (1990).

Curiosidades

Como todo bom artista que se preza, a vida de Caio Fernando possui algumas curiosidades que são importantes ser ressaltadas aqui na lista abaixo:

  • Mesmo vivendo na época da Ditadura Militar Caio Fernando de Abreu se declarou homossexual.
  • O aniversário de sua morte é o mesmo dia da morte de Mário Andrade.
  • Caio, era amigo do canto Cazuza, e sempre frequentou durante a sua juventude e vida adulta os bares da moda de São Paulo.

Morte de Caio Fernando Abreu

Caio Fernando, morreu muito jovem, com apenas 47 anos em Porto Alegre em 25 de fevereiro de 1996, acredita-se que a causa de sua morte foi devida a algumas complicações causadas pela AIDS, doença que tinha descoberto a apenas alguns anos atrás. Os seus restos mortais estão no Cemitério São Miguel e Almas em Porto Alegre.

Oi,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso

Você deve ficar atento a todas informações encontradas no site, antes divulgar ou utilizar para trabalhos escolares. O site Biografia Resumida atua trazendo conteúdos de qualidade, porém biografia é referente a vida pessoal de pessoas e por isso podem existir alguns problemas que não são de nossa responsabilidade.