Biografia de Princesa Isabel

A filha de Dom Pedro II e sua esposa imperatriz Teresa Cristina das Duas Sicílias – Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga também chamada de Princesa Isabel ou A Redentora.





A princesa entrou para os anais da história do Brasil por assinar às leis “Lei do Ventre Livre” e “Lei Áurea” concedendo, deste modo, liberdade aos negros escravizados no país.

Confira abaixo sua biografia resumida e seus atos importantes, além do legado, frases, curiosidades e como morreu Isabel.

Princesa Isabel

A princesa nasceu no dia 29 de julho de 1846 no Paço do São Cristóvão no Rio de Janeiro.

O legado de Princesa Isabel é lembrado como um importante marco no final do Brasil Imperial. Coube a ilustre filha do Imperador fechar o ciclo do período do Império no país quando a Pedro II faltou um herdeiro ao trono do sexo masculino.

Com a morte dos dois filhos homens de D. Pedro II Isabel tunou-se herdeira presuntiva ao trono, porém, havia forte resistência de seu pai quanto a esta possibilidade.

Os biógrafos da família real e historiadores são unânimes ao afirmarem que D. Pedro já havia cedido ao fim do império quando da impossibilidade de sua esposa Teresa Cristina voltar a ter filho.

O primeiro filho de D. Pedro II foi D. Afonso Pedro que, naturalmente, seria o herdeiro legítimo ao trono. Isabel foi a primeira filha mulher e a segunda do casal imperial.

O primeiro filho de D. Afonso Pedro acabou morrendo em 1847 quando tinha pouco mais de 02 anos de idade.

Biografia de Princesa Isabel

Biografia de Princesa Isabel / Foto: Reprodução

Quando nasceu Pedro Afonso, novamente, o trono estava preenchido por um herdeiro masculino, retirando, novamente de Isabel o trono presuntivo. Com a morte de Pedro Afonso ficava apenas Isabel e Leopoldina.

A princesa Isabel foi educada aos pés da Condessa de Barral e do Visconde de Pedra Branca. A Princesa Isabel casou-se com o Conde D’Eu e logo depois, uma semana, casou-se Leopoldina com o Duque de Saxe.

A primeira vez que assume a regência do país é após os 25 anos quando pela lei se torna primeira senadora do país. D. Pedro II viajou em 1871 pela Europa e à frente do trono Isabel assina a Lei do Ventre – Livre que tornava completamente livre os filhos nascidos de pais escravos no país.

O primeiro filho da Princesa Isabel só nasceu após 11 anos ter se casado Pedro de Alcântara, Príncipe do Grão-Pará, nasceu em 1875 e em 1878 nasceu o segundo filho D. Luís Maria Filipe. No ano de 1876 assumiu pela segunda vez a regência do país quando D. Pedro II vai a Europa se tratar. Isabel foi se tornando extremamente popular ao se unir a movimentos contra a escravidão.

Esta postura a projetou a conflitos com os escravocratas, entre eles o Barão de Cotegipe. Nesta queda de braço e já querendo agilizar a abolição da escravatura no país a Princesa Isabel exonerou o Barão de Cotegipe do cargo e nomeou o Conselheiro João Alfredo.

Quem era o pai da Princesa Isabel?

Se você tem dúvidas de quem era o pai da Princesa Isabel, mesmo já comentando aqui no post, a resposta é: Dom Pedro II, cidadão comum apaixonado pela ciência e a literatura, governou o Brasil por mais de quarenta e oito anos, de 1940 até a Proclamação da República, em 15 de novembro de 1889.

Legado da princesa

O grande legado da Princesa Isabel ocorreu no dia 13 de maio de 1888 quando assina a Lei Áurea.

O golpe dos militares culminou com a Proclamação da República em 15 de novembro de 1889 a princesa e a família foi exilada e viveu o resto de sua vida na França.

Foi no país europeu que nasceu seu terceiro filho D. Antônio Gastão Francisco.

Morte

A princesa morreu no dia 14 de novembro de 1921 e, somente em 1953 seus restos mortais foram trazidos para o Brasil com os de seus marido e depositados no Mausoléu da Catedral de Petrópolis.

Frases da Princesa Isabel

Veja algumas das principais frases da princesa:

  • “Se a mulher pode reinar, pode votar.”
  • “Acabo sanccionar a lei da extincção da escravidão. Abraço Papae com toda a effusão do meu coração. Muito contentes com suas melhoras. Comungamos hoje por sua intensão.”
  • “Se mil outros tronos eu tivesse, mil tronos eu perderia para por fim à escravidão!”

Gostou da biografia de Princesa Isabel? Então compartilha o conteúdo nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo com elogio ou crítica a suas atitudes.

Biografia de Princesa Isabel
5 (100%) 21 votes

Leave a Reply