Rei

Biografia de Alexandre, o Grande

Biografia de Alexandre, o Grande


A sua estatura de 1,52m não impediram Alexandre, O Grande de se tornar uma figura lendária. Considerado pela população como sendo o filho de Zeus, tinha uma velocidade impressionante ao atravessar o campo de batalha com seu fiel cavalo bucéfalo.

Foi apelidado de “o Grande” pois seus feitos eram incríveis comparados a qualquer outro mortal e logo ninguém poderia ser maior que el.

Alexandre, O Grande foi o responsável por derrotar definitivamente os persas e nos dias de hoje, mais de dois mil anos depois, virou tema de filme devido a sua tamanha importância.

Biografia de Alexandre, o Grande
Foto: Reprodução

Descubra tudo nesse artigo sobre a vida de Alexandre, O Grande, quem foi ele e sua história de vida, seus principais feitos e como foi sua morte. 

Quem foi Alexandre, o Grande?

Nascido entre 20 e 30 de julho de 356 a.c, na cidade de Pella, Alexandre III Magno, conhecido mais tarde por Alexandre, o Grande, foi filho do Imperador Filipe II, rei de Macedônia e da princesa de Epiro, Olímpia.

Na infância, aprendeu basicamente a lutar, caçar, tocar lira e cavalgar. Teve mais tarde como seu tutor, Aristóteles que lhe ensinou sobre literatura e despertou o interesse do jovem por filosofia, ciências e medicina. Com 16 anos, Alexandre já ajudava seu pai na administração do império.

No ano de 336 a.c uma Grande tragédia aconteceu: durante o casamento de sua irmã, Cleópatra da Macedônia, o Imperador Filipe II foi apunhalado por um dos seus guarda costas e acabou falecendo.

Com o ocorrido, Alexandre passou a assumir o trono aos 20 anos, e com apenas 13 anos de governo, Alexandre, o Grande, foi capaz de construir um poderoso império, sendo esse resultado de sua inteligência, criou grandes estratégias com astúcia.

Principais feitos de Alexandre, o Grande

Alexandre, O Grande, se destacava em campo de batalha pela habilidade de atravessar um território em alta velocidade.

Era muito generoso mas quando surgiam cenários de conflito era muito cruel acabando por ter ações que ele mesmo afirmava ter se arrependido fazer como por exemplo matar um grande amigo quando ele estava bêbedo.

Alexandre chegou a governar cinquenta vezes mais terras do que o governo até então deixado para ele. A extensão dominada incluía toda a região do oriente médio, o Egito, a Grécia e a Pérsia. Historiadores dizem que Alexandre pretendia unificar todo o Oriente e Ocidente em um único e imenso império.

Alexandre, o Grande deixou várias influencias por onde passou, principalmente cultural. A mistura dos costumes e culturas oriental e grega, deram após sua morte, origem a uma nova fase da história chamada Helenismo.

Com a intenção de unir suas conquistas, Alexandre, o Grande, fundou várias cidades bem estruturadas onde a maioria levava o nome de Alexandria, assim como adotou costumes persas e influenciou oficiais a fazerem o mesmo.

Milhares de jovens persas também foram educados através da cultura grega, aprendendo táticas militares que os colocavam no próprio exército de Alexandre.

Filme sobre Alexandre, o Grande

Considerado um dos maiores militares da antiguidade, a história do jovem guerreiro destemido, generoso, violento, cheio de força e vontade, foi tão marcante que na indústria cinematográfica rendeu duas extensas produções.

Intitulado de “Alexandre o Grande”, o filme foi lançado em 1956 e distribuído pela United Artists. Escrito e dirigido por Robert Rossen, Alexandre, o Grande foi interpretado por Richard Burton, junto de Fredric March (Filipe II da Macedônia) e Barry Jones (Aristóteles).

Porém o mais conhecido é a produção de 2005. “Alexandre” distribuído pela Warner Bros, foi dirigido por Oliver Stone e possui em seu elenco os atores Colin Farrell (Alexandre), Angelina Jolie (Olímpia) e Val Kilmer (Filipe II). E arrecadou mais de 160 milhões de dólares em bilheteria.

Como Alexandre, o Grande morreu?

Alexandre, o Grande morreu entre 10 e 11 de junho de 323 a.C, aos 32 anos, na Babilônia, onde hoje é o Iraque. Existe mais de uma versão sobre a sua morte. A mais conhecida é que após duas noites de festa e muita bebida, Alexandre teve uma febre que foi piorando com o tempo, até que ele faleceu.

Uma outra versão é que Alexandre teria consumido uma ampla quantidade de vinho, que fez com que ele acabasse passando muito mal e morrendo depois de dias com fortes dores.

Também foram dadas várias versões sobre um possível envenenamento, mas sabendo que o espaço que Alexandre teve entre a doença e a morte foi de doze dias, essas teorias se tornam infundadas, já que não havia na época um veneno que levasse tanto tempo para provocar a morte de uma pessoa.

Doenças como a malária, febre tifoide, febre do Nilo Ocidental e pancreatite aguda são consideradas algumas das possíveis causas da morte de Alexandre, o Grande.

Curiosidades

Por volta dos seus dez anos, um comerciante trouxe para seu pai um cavalo para ser vendido. Como o cavalo recusava ser montado, Filipe II o dispensou. Porém, Alexandre percebeu o medo do animal e insistiu em domá-lo.

O pai, admirado pela coragem do filho, lhe disse que sua ambição era vasta demais e que esse deveria procurar um reino que fosse grande o suficiente para ele, pois Macedônia era muito pequena. E então, orgulhoso, lhe comprou o animal.

Bucéfalo, como foi chamado o cavalo, se tornou um grande companheiro de Alexandre, o Grande, o acompanhando em suas grandes jornadas. Bucéfalo só deixou Alexandre depois de 30 anos, devido sua idade avançada.

Outro curioso fato, é que Alexandre, o Grande, ironicamente, media 1,52 de altura, sua baixa estatura o fez a desenvolver um grande complexo de inferioridade.

Gostou da publicação sobre a Biografia de Alexandre, o Grande? Então compartilha o post com seus amigos usando os botões abaixo.

Oi,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso

Você deve ficar atento a todas informações encontradas no site, antes divulgar ou utilizar para trabalhos escolares. O site Biografia Resumida atua trazendo conteúdos de qualidade, porém biografia é referente a vida pessoal de pessoas e por isso podem existir alguns problemas que não são de nossa responsabilidade.