Biografia de Benjamin Franklin

Benjamin Franklin foi um diplomata americano, sendo diretamente responsável pela independência dos Estados Unidos. Também atuou como escritor, jornalista, filósofo político e cientista norte-americano.





General_BenjaminFranklin_LibraryOfCongress

Foto: Reprodução

Quem foi Benjamin Franklin?

Benjamin Franklin foi uma importante personalidade nos Estados Unidos pré-república e nos primeiros anos do novo país.

Foi fundamental na independência dos Estados Unidos, sendo um dos líderes na Revolução Americana assinando os três principais documentos dessa fase: Declaração da Independência, Tratado de Paz e a Constituição.

Juventude e vida

 Benjamin Franklin nasceu em 17 de Janeiro de 1706, em Boston, Massachusetts.

Filho de Josiah Franklin, fabricante de sabão e velas, Benjamin foi o décimo quinto filho de seu pai, com sua segunda esposa.

Autodidata, aprendeu a ler sozinho e ingressou a escola com oito anos. Porém, aos dez anos, precisou trabalhar com o pai, levando ao abandono da escola.

Foi trabalhar no jornal de seu irmão aos 12 anos, o que despertou ainda mais seu interesse pela escrita. Benjamin queria escrever para esse jornal, porém seu irmão não o levava a sério.

Com um pseudônimo, apresentou diversos artigos ao jornal, mas quando seu irmão descobriu o fato, começaram os desentendimentos entre eles.

Mudou-se para Filadélfia aos 17 anos. Em seu tempo vago, Benjamin Franklin dedicava-se ao estudo das letras e ciências. Mais tarde, em 1729, iniciou a publicação do jornal “The Pennsylvania Gazette” em sua própria gráfica, que mais tarde se tornou o Saturday Evening Post.

Benjamin Franklin também publicou, através do pseudônimo Richard Saunders, um almanaque de anedotas e provérbios populares, intitulada “Poor Richard”.

As duas publicações foram de extremo sucesso, possibilitando Benjamin Franklin abrir mais tipografias em outras colônias americanas.

Com o prestígio de Benjamin Franklin, Filadélfia se tornou líder das antigas colônias. Lá, foi fundada a primeira biblioteca circulante dos Estados Unidos. Franklin era maçom e obteve ajuda de outros maçons para criar a biblioteca.

Surgiu o Corpo de Bombeiros da Filadélfia, que culminou com a formação da primeira companhia de seguros contra o fogo.

A Universidade da Pensilvânia foi criada nessa época, conhecida antes como Academia da Pensilvânia. Tudo isso através dos esforços de Benjamin Franklin.

Após anos escrevendo o almanaque, Franklin resolveu vender suas tipografias. Isso gerou um patrimônio considerável e permitiu que Franklin tivesse mais tempo para estudos em outras áreas.

Em poucos anos, B. Franklin obteve sucesso em seus estudos, descobrindo áreas da eletricidade. Essas descobertas deram uma notoriedade internacional à Franklin.

Franklin também observou que as tempestades se deslocavam, durante uma conversa em uma feira de agricultores. Isso levou a criação dos mapas sinópticos da meteorologia dinâmica, o que substituiu a dependência única dos gráficos da climatologia.

Foi nomeado DIretor dos Correios nas Colônias e introduziu o sistema de correio pagos.

Durante o Congresso de Albany, Benjamin Franklin representou a Pensilvânia e propôs um plano de união das colônias.

Por conta de seu espírito conciliador, B. Franklin foi enviado à Inglaterra para resolver a disputa da Pensilvânia com a coroa britânica em 1757.

Retornou às antigas colônias em 1762 e em 1766 retornou a Londres, como embaixador das colônias. Em 1775, com a iminente guerra pela independência americana, Benjamin Franklin retornou à Filadélfia.

No II Congresso Continental, foi designado delegado. Neste mesmo congresso, participaram Thomas Jefferson e Samuel Adams, integrantes do comitê que redigiu e assinou a “Declaração de Independência” em 1776.

Ainda em 1776, Benjamin Franklin foi para a França, buscar auxílio para a independência e lá foi recebido como personalidade eminente do país.

Na França, B. Franklin foi um dos responsáveis pela unificação da maçonaria. Permaneceu na capital francesa até 1785.

Durante seu tempo na Europa, Franklin foi muito apreciado pela sociedade parisiense. Haviam festas organizadas em sua honra, grandes personalidades francesas da época sempre o procuravam para pedir conselhos.

Ter um quadro de Benjamin Franklin nessa época, exposto em sua casa era um sinal de status.

Devido a seus serviços com êxitos prestados às colônias, em seu retorno aos Estados Unidos, recebeu um lugar meritório na independência americana, sendo superado apenas por George Washington.

Foi eleito presidente da Pensilvânia e um dos delegados da convenção que elaborou a Constituição America, assinada em 1787.

Em seus últimos anos, tentou abolir a escravidão, mas não obteve êxito.

Benjamin Franklin faleceu na Filadélfia, em 17 de Abril de 1790, aos 84 anos.

Benjamin Franklin

Foto: Reprodução

O que Benjamin Franklin inventou? 

Benjamin Franklin inventou diversos termos que são usados ainda nos dias atuais como “bateria” e “condensador”.

As invenções do pára-raios, aquecedor de casas, lentes bifocais, catéter flexível são creditadas a Benjamin Franklin.

Em seus estudos, descobriu as cargas positivas e negativas e demonstrou que o raio é um fenômeno de natureza elétrica. Também foi pioneiro nos estudos da Corrente do Golfo.

Frases de Benjamin Franklin

  • “Viver é enfrentar um problema atrás do outro. O modo como você o encara é que faz a diferença.”
  • “As três coisas mais difíceis do mundo são: guardar um segredo, perdoar uma ofensa e aproveitar o tempo.”
  • “A preguiça anda tão devagar, que a pobreza facilmente a alcança.”

Como Benjamin Franklin morreu ?

Benjamin Franklin morreu de causas naturais,  na casa de sua filha, em 17 de Abril de 1790, na Filadélfia, Pensilvânia.

Com 84 anos na época, Franklin sofria de gota e outras doenças.

Curiosidades

Escreveu seu epitáfio aos 22 anos. Nele estava descrito “O corpo de B. Franklin, Gráfico (Como a capa de um livro cujas folhas foram arrancadas e a douração e o título apagados), jaz aqui, comida para vermes.

Mas por isso não está a obra perdida; ela reaparecerá, como ele cria, em nova e melhor edição, revista e corrigida pelo Autor.”

Porém, em seu túmulo conjunto com a esposa consta “Benjamin e Deborah Franklin, 1790”.

Devido a seus esforços e ideias, é conhecido como “O Primeiro Americano.”

Estampou os primeiros selos postais dos Estados Unidos, devido a suas contribuições para o serviço postal no país.

Gostou da biografia de Benjamin Franklin? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e nos grupos de WhatsApp.

Biografia de Benjamin Franklin
5 (100%) 7 votes

Leave a Reply