Cientista

Biografia de John Dalton

Biografia de John Dalton


John Dalton foi um renomado cientista britânico. Conhecido atualmente como o “pai da química”, foi ele que deu os primeiros passos em direção ao que hoje conhecemos como átomos, elementos químicos e compostos químicos.

Paralelamente a estas descobertas, ele também conseguiu descrever em detalhes o que era o daltonismo. Que é impossibilidade que algumas pessoas têm de enxergar as cores como elas realmente são. Isto possível pelo fato que ele próprio tinha a deficiência.

John Dalton

Biografia John Dalton

Nascido na cidade inglesa de Eaglesfield no ano de 1766. Filho de pai tecelão teve uma infância bastante modesta. Fazendo com que ele além de estudar e lecionar, também trabalhava na horta que o seu pai tinha.

A sua família era da crença quaker (que no Brasil é chamada de quacre). Este termo é utilizado para identificar as pessoas que são membro da Sociedade de Amigos, que foi fundada no século XII na Inglaterra.

John Dalton, até os 11 anos, frequentou as escolas desta comunidade. Seu bom desempenho teve tanto destaque, que aos 12 anos ele se tornou professor de matemática na escola do seu primo.

Ao longo de sua vida, John Dalton desenvolveu estudos sobre a constituição da matéria, desenvolvendo a chamada teoria atômica de Dalton.

Além disto, ele tambem foi o primeiro pesquisador a relatar de forma bastante detalhada uma deficiência visual que impedia as pessoas de enxergarem as corres corretamente, o Daltonismo. Ele mesmo era portador desta deficiência.

Trabalhou a sua vida inteira dedicado à ciência, e a estudar os elementos químicos. Morreu no dia 27 de julho de 1844, após ter tido um acidente vascular cerebral.

Descobertas de John Dalton

john dalton

Como mencionado acima, as duas principais descobertas científicas de John Dalton foram o daltonismo e a teoria atômica de Dalton.

Entretanto, ele também investigou outras questões, todas relacionadas à química. Como foi o caso com a composição dos diferentes óxidos de nitrogênio. Ele também estabeleceu a Lei das Proporções Múltiplas, que é conhecida como Lei de Dalton.

Como era a teoria atômica de Dalton?

John Dalton

Talvez a mais relevante das descobertas deste cientista inglês tenha sido a teoria atômica de Dalton. Através dela, John Dalton propôs um modelo de como seria o átomo, como os elementos químicos e as substâncias químicas seriam formados.

Segundo a sua teoria, o átomo seria uma pequena partícula esférica, maciça (ou seja, não era oca, mas tinha uma massa compacta) e que não poderia ser dividida ou destruída. Ele via o átomo como algo semelhante a uma bola de bilhar.

Ele dizia também que um elemento químico seria formado por vários átomos que possuíssem as mesmas propriedades, massas e tamanhos. E que entre estes átomos haveria um espaço vazio.

A sua teoria afirmava ainda que diferentes elementos químicos teriam átomos de diferentes propriedades, massas e tamanhos. Quando estes elementos diferentes fossem combinados, formariam substâncias diferentes, dependendo da sua combinação.

Qual foi a contribuição de John Dalton para a ciência?

As contribuições científicas de John Dalton foram tão importantes para o mundo acadêmico químico e para o ser humano entender melhor o mundo em que vive, que ele é conhecido atualmente como o “pai da química”.

Ele publicou o livro “Novo sistema filosófico da Química” em 1808. Neste livro ele descreve e explica em detalhes a sua teoria atômica. Foi depois da publicação deste livro que ele se consagrou para a história da ciência.

Atualmente, sabe-se que o que Dalton chamou de elementos químicos eram, na verdade, os compostos químicos. Para ficar mais claro, por exemplo, o que Dalton acreditava ser o alumínio (A?) era, na realidade, o composto químico alumina (A?2O3).

Apesar disto, as descobertas de Dalton levaram a muitos estudos, e auxiliaram na melhor compreensão no mundo e no desenvolvimento de novas teorias. Por mais que a sua obra não estivesse totalmente correta, ela foi essencial.

Outra importante contribuição de John Dalton foi o seu livro “Fatos extraordinários relativos à visão das cores” que foi publicado em 1794.

Nesta publicação, ele foi capaz de descrever minuciosamente e cientificamente como que era a visão de pessoas que não conseguiam enxergar as cores adequadamente.

Esta deficiência recebeu o nome de daltonismo, como uma forma de homenagem. Existem diferentes graus de daltonismo, entretanto, as pessoas portadoras desta deficiência tem dificuldades de distinguir entre as cores, como verde e vermelho, por exemplo.

Frases de John Dalton

Uma das frases mais famosas de John Dalton é:

“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”.

Com esta afirmação, ele está se referindo à sua teoria atômica, que diz que os átomos já existem na natureza, não podendo ser criados, e nem perdido. Os átomos poderiam apenas se associar a átomos diferentes formando os elementos químicos.

Oi,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso

Você deve ficar atento a todas informações encontradas no site, antes divulgar ou utilizar para trabalhos escolares. O site Biografia Resumida atua trazendo conteúdos de qualidade, porém biografia é referente a vida pessoal de pessoas e por isso podem existir alguns problemas que não são de nossa responsabilidade.