Biografia de Allan Kardec

Hippolyte Léon Denizard Rivail nasceu no dia 03 de outubro de 1804 em Lyon, na França. Adotou o pseudônimo Allan Kardec quando iniciou seus estudos envolvendo a mediunidade e também, para diferenciar dos outros trabalhos publicados por ele.





Biografia resumida

De família tradicional católica, Kardec desde a infância já demonstrava grandes interesses pelo estudo de ciências e filosofia. Aluno dedicado, formou-se na Escola de Pestalozzi, na Suíça, tornando-se um dos discípulos de Pestalozzi.

Aos dezoito anos de idade já obtinha o título de bacharel em Ciências e Letras. Após a conclusão de seus estudos, Kardec retornou a França, e começou a trabalhar como professor e tradutor. Em especial, como tradutor, ganhou grande notoriedade.

Kardec era fluente em vários idiomas, tais como inglês, holandês, espanhol, italiano e alemão. Traduziu diversas obras francesas para a língua alemã, principalmente, escritos de François Fénelon.

Em 1932 casou-se com Amélie Gabrielle Boudet. Allan Kardec foi responsável pela publicação de diversas obras. Lecionou diversas disciplinas, tais como: física, matemática, anatomia, astronomia, aritmética, retórica e química.

Apesar de ser um brilhante professor e da publicação de importantes obras para o ensino, o professor Rivail ficou mundialmente conhecido por sua relação com o espiritismo.

Biografia de Allan Kardec

Foto: Reprodução.

Mas foi somente a partir de 1955 que Kardec passou a estudar de fato o espiritismo. Através de Fortier, amigo pessoal, Kardec teve conhecimento do fenômenos das mesas girantes. E, influenciado pelo colega começou a frequentar reuniões que discutiam sobre o tema.

Como estudioso que era, buscou explicações para tais fatos, até que convenceu-se da presença de espíritos. A partir de então começa a estudar o mundo do espiritismo e busca na ciência um meio de comprovar a presença real de espíritos. Kardec também conheceu nesse período a psicografia, a forma de comunicação escrita do mundo espiritual.

Através da psicografia, ficou sabendo que em uma vida anterior tinha o nome de Allan Kardec, foi nesse momento que passa a adotar o pseudônimo.

Kardec dedicou os anos restantes de sua vida para estabelecer a Codificação Espírita, por meio da religiosidade, da ciência e da filosofia. Um dos veículos de divulgação na época era a Revista Espirita. O espírita foi responsável por sua direção durante doze anos.

Quem foi Allan Kardec?

O professor Rivail foi um importante estudioso, tradutor e professor francês do século XIX. Apesar de seu legado no mundo da ciência e filosofia, foram seus estudos sobre a espiritualidade que o destacam até hoje.

Fora responsável pelo estudo de diversos fenômenos espirituais e também, pela sua divulgação. Já na época conquistou milhares de simpatizantes e, é considerado o fundador da doutrina espírita.

Qual o primeiro livro de Allan Kardec?

Kardec foi autor de diversas obras. Inicialmente suas obras eram relacionadas a assuntos pedagógicos, já que lecionava diversas disciplinas. Após 1955 quando começou a estudar a fundo a doutrina espírita, suas publicações foram relacionadas a tal assunto.

Como foi professor de aritmética, seu primeiro livro lançado em 1824, era intitulado Curso Prático e Teórico de Aritmética.

Quando iniciou seus estudos sobre o espiritismo, o primeiro livro sobre o tema foi lançado em 1857 e tinha o nome de: O Livro dos Espíritos. Este livro é a sua obra mais importe e conhecida mundialmente.

Principais obras

O Livro dos Espíritos lançado em 1857, faz parte das principais obras do autor. Soma-se a esta obra, os livros: O Livro dos Médiuns, parte experimental e científica (1861), O Evangelho segundo o espiritismo, parte moral (1864), O céu e o inferno, a justiça de Deus segundo o espiritismo (1865) e A Gênese, os milagres e as predições (1868).

Todas as obras citadas fazem parte do conjunto de obras sobre o espiritismo. O autor também conta com obras secundárias. Destaca-se os artigos publicados na Revista Espírita e, após sua morte, o lançamento em 1890 de Obras póstumas.

Como professor e no campo da ciência, destaca-se a publicação das seguintes obras: Curso Prático e Teórico de Aritmética (1824), Gramática Francesa Clássica (1831), Ditados especiais sobre as dificuldades ortográficas (1849) e Catecismo gramatical da língua francesa (1848).

Quais as crenças e legado deixado por Kardec?

O legado deixado por Kardec podem ser sentidos até hoje. O espírita foi o mais importante codificador do século XIX, com a função de reunir os trabalhos sobre a doutrina espírita.

Os trabalhos publicados por ele e a legião de simpatizantes conquistados demonstram a força e a notoriedade atemporal que seus estudos causaram. O professor é símbolo da religião espírita.

Como Allan Kardec morreu?

O espírita faleceu no dia 31 de março de 1869, aos 64 anos, em seu país de origem, França. Foi vítima do rompimento de um aneurisma, enquanto estudava as relações existentes entre o magnetismo e o mundo espiritual.

Sob seu túmulo, foi escrito a seguinte frase, da qual admirava: “Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei.”

Frases de Allan Kardec

  • “A felicidade depende das qualidades próprias do indivíduo e não do estado material do meio em que se acha.”
  • “Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.”
  • “Fora da caridade não há salvação.”
  • “Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito.”
  • “Não façais aos outros o que não quereríeis que vos fosse feito, mas fazei-lhe, ao contrário, todo o bem que está em vosso poder fazer-lhe.”
  • “A vida nem sempre é como sonhamos, mas nem sempre sonhamos o que queremos viver.”

Gostou da biografia de Allan Kardec? Então compartilha este conteúdo com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Biografia de Allan Kardec
5 (100%) 18 votes

Leave a Reply