Skip to content
Biografia Resumida

Biografia de Lasar Segall

De origem judaica Lasar Segall foi um dos percursores do movimento modernista no Brasil, onde sua arte foi rapidamente aceita e respeitada.

Na Europa fundou junto a um grupo de artistas, o movimento Secessão de Dresden, em 1919, em seguida fez diversas exposições.

Lasar Segall ao regressar novamente em território brasileiro, se instalou em São Paulo onde permaneceu até sua morte. Em 1932 ano de sua volta cria a Sociedade Pró-Arte Moderna, na capital paulista.

O artista fez história nas artes, deixando um rico legado e uma vasta gama de obras que podem ser contempladas ainda após sua morte em um museu, que leva seu nome.

Biografia de Lasar Segall
Foto: Reprodução

Quem foi Lasar Segall?

Lasar Segall nasceu em Vilna, República da Lituânia no dia 21 de julho de 1891. Desde criança já tinha interesse pelo desenho, aos 14 anos ingressou na Academia de Desenho de sua cidade.

Em 1906 viaja para Berlim, na Alemanha onde se matricula na Academia Imperial, lá estuda por cinco anos. No ano de 1911, parte para a cidade de Dresden, integrando a Academia de Belas Artes.

Em Dresden amplia seus conhecimentos de pintura impressionista, realizando sua primeira mostra individual na Galeria Gurlitt. Nos meados de 1912, Segall vem para o Brasil e em 1913 expõe em São Paulo e Campinas. Nesse mesmo ano retorna á Europa, onde faz sua primeira exposição impressionista.

É em 1914 que Lasar Segall demonstra interesse pelo expressionismo se desenvolvendo nessa técnica em 1917. Já em 1919, em Dresden, funda com Otto Dix, Conrad Felixmuller, Otto Lange e outros artistas o Dresdner Sezession Gruppe, grupo que integrava artistas expressionistas da cidade.

Ao retornar para o Brasil em 1923 fixa residência em São Paulo, e é na capital paulista que Lasar Segall se destaca na arte moderna, consagrado como representante das vanguardas europeias.

Em 1924 além da pintura Segall dedica-se também a arte decorativa. Criando a decoração do Baile Futurista, no Automóvel Clube de São Paulo e os murais para o Pavilhão de Arte Moderna de Olívia Guedes Penteado.

Em 1932 torna-se um dos fundadores da Sociedade Pró-Arte Moderna, virando diretor até 1935.

Principais obras de Lasar Segall

Lasar Segall retratava em suas obras questões sociais, utilizava em suas produções traços marcantes, característicos do expressionismo. Eram temas de suas obras perseguições contra judeus, guerras, miséria, prostituição, nazismo, destacava personagens marginalizados e esquecidos, como forma de protesto por uma sociedade mais igual.

Segall deixou um acervo com mais de 3 mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras e outros desenhos. Conheça agora algumas das mais conhecidas:

  • Menino com Lagartixas;
  • Encontro;
  • Retrato de Margareth;
  • Asilo de Velhos;
  • Krieysjoh;
  • Paisagem de Meissen;
  • Homem com Violino;
  • Emigrantes;
  • Mãe Preta;
  • Mãe Morta;
  • Navio de imigrantes;
  • Retrato de Mario de Andrade;
  • Família Enferma;
  • Jovem de cabelos compridos;
  • Duas Leitoras;
  • Erradias;
  • Mulheres Errantes;
  • Aldeia de pescadores;
  • Igreja com Campanário;
  • Velho ex-escravo;
  • Guerra;
  • Maternidade;
  • Mulher dormindo na rede;
  • Cabeça do homem com chapéu;
  • Casal do mangue;
  • Tocador de Violão;
  • Mendiga Sentada;
  • Menino em Orações.
Lasar Segall
Foto: Reprodução.

Existe um museu de Lasar Segall?

Localizado no bairro da Vila Mariana, na zona sul de São Paulo, o Museu Lasar Segall foi idealizado por sua viúva Jenny Klabin, criado em 1967, dez anos após a morte de Lasar Segall, como uma associação civil sem fins lucrativos.

O local era a antiga residência e o ateliê do artista, que foi projetada em 1932 por seu concunhado, o arquiteto Gregori Warchavchik. Desde 1985 o museu faz parte da Fundação Nacional Pró Memória, e é uma corporação do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), sob os cuidados do Ministério da Cultura.

Além do vasto acervo das obras de Lasar Segall, o museu também é um centro de atividades culturais, oferece oficinas e cursos e abriga um cinema e uma biblioteca.

Como Lasar Segall morreu?

Lasar Segall faleceu em 2 de agosto, de 1957, decorrente de problemas cardíacos, em sua casa em São Paulo, aos 66 anos.

Nesse mesmo ano o Museu Nacional de Arte Moderna, em Paris preparou uma homenagem como uma grande retrospectiva de suas obras.

Curiosidades

Conhecemos a vida e obra do artista Lasar Segall, a seguir veja algumas curiosidades sobre ele:

  • No ano de 1913, deu aulas de desenho á Jenny Klabin, que se tornou escritora e tradutora, com quem Segall se casou doze anos depois, em 1925.
  • Naturalizou-se como brasileiro em 1927.
  • Da união conjugal com Jenny Klabin, Segall teve dois filhos: Mauricio, nascido em Berlim em 1926 e Oscar, nascido em Paris em 1930.
  • Além do casamento com Jenny, Segall já havia tido outra união com Margarete Quack, que ele conheceu na Alemanha e casou-se no fim da Primeira Guerra, em 1918.
  • Segall não foi o único de sua família a vir morar no Brasil, três de seus sete irmãos, Jacob, Oscar e Luba, já moravam aqui em 1912 ano de sua primeira visita ao país.

Gostou da publicação sobre Lasar Segall? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!!

Biografia de Lasar Segall
5 (100%) 5 vote[s]