Biografia de Pablo Picasso

Seria impossível ao ler sobre a história da arte não se interessar pela obra de Pablo Picasso, este é um dos maiores artistas que o mundo já conheceu e suas obras são até hoje representativas de diversos momentos históricos vividos no mundo.





Picasso foi um artista espanhol que dedicou toda a sua vida a arte, era pintor, escultor e desenhista.

Tinha um talento incrível, o qual foi marcado por mudanças e por extrema criatividade ao longo de sua vida. Contrário a diversos artistas de sua época, Picasso chegou a viver sua fama na arte.

Conheça a seguir, tudo sobre a vida de Pablo Picasso.

Quem foi Pablo Picasso

Pablo Ruiz Picasso foi um dos principais criadores do movimento de arte do século XX, o chamado cubismo.

Nasceu na Espanha (em Málaga) no ano de 1881, filho de um professor de história da arte e de uma mãe que também era apaixonada por pintura, ainda quando era criança, Picasso já manifestava seu interesse e talento para atividades artísticas.

Os primeiros desenhos do menino eram sobre animais e aos 14 anos começou a pintar modelos vivos, com 15 anos mudou-se para Barcelona com a família, onde teve seu primeiro estúdio e uma obra (Primeira Comunhão) aceita para a Exposição Municipal da mesma cidade.

No ano de 1897 entrou para a Academia Real de San Fernando (Madrid) onde ficou por pouco tempo, por não aceitar as formas de ensino prescritivas da escola e, logo voltou para a cidade onde os pais moravam.

De volta a Barcelona, teve a oportunidade de viajar para Paris onde teve o contato com um negociante de quadros, a partir de então foi viabilizada sua primeira exposição, a qual fez um grande sucesso e aconteceu em junho de 1901.

Biografia de Pablo Picasso

Foto: Reprodução.

Ao longo de sua vida, Picasso adotou diversas técnicas de pintura.

Depois do sucesso de sua exposição o pintor passa a utilizar em suas obras o estilo parisienses (impressionista), passou por uma fase monocromática (poucas cores), pela fase azulada (tom azul, mais melancólica), pela fase rosa (mais romântica e menos melancólica), pela fase africana (influenciada pela arte tribal africana, foi aqui seu pontapé ao Cubismo), depois passou a utilizar técnicas abstratas que impossibilitavam a visão real do objeto e dava brechas a diversas interpretações.

Além de pinturas, Picasso também fazia esculturas e desenhos que também eram amplamente expostos nos eventos de arte.

Ao contrário de muitos artistas de sua época, Picasso viveu sua fama, frequentando festas com diversos artistas parisienses, as quais eram repletas de vinhos e mulheres. Grande parte de suas obras são expostas em renomados museus europeus.

Principais obras do artista

Dentre as principais obras de Pablo Picasso estão:

Guernica (pintada em 1937)

Foi uma obra pintada para a Exposição Internacional de Paris, retrata o bombardeiro da cidade Guernica em Basca, durante a Guerra Civil Espanhola, as cores usadas representam o sofrimento dos povos atingidos pelo ataque.

Guernica pablo picasso

A vida (pintada em 1903)

Foi uma obra que retrata um amigo de Picasso, o homem esta com três mulheres, uma delas sem roupas, dando sensualidade à pintura.

As cores azuladas representam a dor do artista por perder o amigo.

Autorretrato (pintada em 1907)

É tida como a obra que iniciou o movimento cubista, marcada por traços grossos com forte contraste com o plano de fundo, dando uma impressão de tridimensionalidade.

As cores usadas são joviais, representando a juventude deste artista na época.

autoretrato

Maternidade (pintada em 1901)

É uma das obras que melhor representa o período azul do autor, foi pintada no mesmo período que Picasso se tornara pai.

Não se sabe a quem atualmente esta obra pertence, dado que fora vendida em um leilão no ano de 1988.

Maternidade

Natureza Morta com Crânios de Touros (pintada em 1942)

Esta foi uma obra pintada durante a 2º Guerra Mundial, o artista comovido pelo que acontecia no mundo, expressou seu sentimento de impotência diante do evento, utilizando cores azuladas e violetas em contraste com tons quentes, expressando seu horror e medo.

Natureza Morta com Crânios de Touros

Como Pablo Picasso morreu?

Picasso morreu no dia 08 de abril de 1973 na França, a causa da sua morte foi um infarto agudo do miocárdio.

Seu corpo foi sepultado no parque existente no Castelo de Vauvenargues (Bouches-du-Rhone) com a presença de seus amigos, filho e de sua esposa.

Frases de Pablo Picasso

Veja quais foram algumas das principais frases ditas pelo artista/pintor Pablo Picasso:

  • “A inspiração existe, mas tem de te encontrar a trabalhar.”
  • “A pintura nunca é prosa. É poesia que se escreve com versos de rima plástica.”
  • “Se sabemos exatamente o que vamos fazer, para quê fazê-lo?”
  • “Eu gostaria de viver como um pobre, mas com muito dinheiro.”
  • “Não devemos ter medo de inventar seja o que for. Tudo o que existe em nós existe também na natureza, pois fazemos parte dela.”
  • “A tragédia quando somos famosos é que se tem de devotar tanto tempo a ser-se famoso.”

Curiosidades

Mulheres e o artista: a vida de Picasso foi fortemente marcada por seus envolvimentos com mulheres, as quais foram traduzidas também em suas obras.

Em um livro recente da vida do artista é descrito que além de se casar duas vezes, Picasso teve diversos casos extraconjugais (pelo menos 10) mesmo que nenhuma das esposas concordasse com este comportamento.

Seu primeiro casamento foi com a bailarina Olga Koklova e com ela teve um filho, depois casou com uma jovem de 17 anos, Marie Thérèse Walter com quem teve uma filha.

Problema de aprendizagem: apesar de toda a genialidade de Picasso, ele era disléxico, apresentando dificuldade de ler, escrever e também de soletrar.

Biografia de Pablo Picasso
5 (100%) 15 votes

Leave a Reply