Biografia de Barão de Mauá





Conheça a história de Barão de Mauá também conhecido como Visconde de Mauá, quem foi este homem, o que ele fez e quais suas contribuições para o Brasil.

Quem foi Barão de Mauá?

Irineu Evangelista de Sousa, também conhecido como Visconde de Mauá ou Barão de Mauá, nasceu na cidade de Arroio Grande, no Rio Grande do Sul em 28 de dezembro de 1813. Filho do casal de fazendeiros, João Evangelista de Ávila e Sousa e Mariana de Jesus Batista de Carvalho.

Perdeu seu pai quando tinha 8 anos de idade, ficando sob a guarda de seu tio Manuel José de Carvalho, capitão da Marinha Mercante. Em 1824, tornou-se guarda-livros do comerciante Antônio Pereira de Almeida.

Aos 17 anos foi admitido para atuar na empresa especializada em importação do escocês Richard Carruther, a Companhia Inglesa Carruthers. Aprendeu inglês e contabilidade, tornando sócio e gerente da empresa aos 23 anos.

Em 1841, Irineu se casou com sua sobrinha Maria Joaquina de Sousa Machado, com quem teve 12 filhos: Lísia (1842); Irineu (1851); Henrique (1852); Artur (1853); Maria Carolina (1854); Ricardo (1856); Lísia (1860); Hermínia (1862); Irene (1865) e Alice (1867).

Irineu transformou o Brasil, posicionando definitivamente o país no rumo do progresso industrial, do desenvolvimento e da modernização. Foi responsável pela organização da Companhia de Navegação a Vapor do Amazonas no ano de 1952.

Esta companhia construía embarcações de navios a vapor no estaleiro da Ponta da Areia, empregando mais de mil operários, se tornando a maior empresa do país.  Em 1866 o império concedeu a liberdade de navegação do rio as todas as nações, levando o Barão de Mauá a desistir do empreendimento transferindo seus interesses a empresas britânicas.

Outra biografia:  Biografia de Pablo Escobar

Dentre suas principais realizações, destaca-se a construção da primeira ferrovia brasileira. Construída no Estado do Rio de Janeiro, na qual recebeu o nome de Estrada de Ferro Mauá ligando um porto no fundo da baía de Guanabara à Raiz da Serra de Petrópolis. Foi inaugurada no ano de 1854, durante o Segundo Reinado e, seu principal objetivo era suprir a necessidade infra estrutural de escoamento de produtos na época do Império.

Em 25 de março de 1854, sucedeu a Fundação da Companhia de Iluminação a Gás do Rio de Janeiro, esta possibilitou a implantação da moderna iluminação pública na capital. A Companhia foi de fundamental importância, visto que as populações faziam uso de lampiões a base de azeite de peixe, sendo uma novidade para o povo, que tanto questionava. Dois anos depois, a Companhia já iluminava a cidade através de 3.027 lampiões públicos, atendendo 3.200 residências e três teatros. Neste mesmo ano Irineu recebeu o título de Barão.

Além destas, existem inumeráveis feitos de Mauá, como exemplo a construção do princípio da primeira estrada pavimentada, entre Petrópolis e Juiz de Fora; a construção da estrada de ferro que liga Santos a Jundiaí; a instalação do cabo submarino telegráfico, ligando o Brasil à Europa, em 1874; a canalização do Rio Maracanã em 1850; a inauguração da Estrada de Ferro Dom Pedro II em 1858 e a organização da companhia carris de ferro J. Botânico no ano de 1862.

Outra biografia:  Biografia de José de Alencar

Foi eleito a deputado Federal pela província do Rio Grande do Sul com mandato entre os anos de 1856 e 1875. No entanto, renunciou ao mandato em 1873 para cuidar de seus negócios que estavam ameaçados devido a uma crise bancária de 1864.

Em 1874, foi nomeado Visconde de Mauá, uma das mais ilustres figuras da história brasileira, destacando-se como comerciante, armador, industrial, banqueiro, diplomata e um dos grandes opositores da escravatura e do tráfico de escravos, bem como o precursor do liberalismo econômico no Brasil.

Diante de tantas realizações terminou sua vida falido, Mauá se viu na obrigação de vender a maioria de suas empresas a capitalistas estrangeiros. Com problemas de saúde, sofrendo com a diabetes, buscou pagar todas as dívidas concluindo com nobreza todas as suas atividades, embora sem patrimônio.

Biografia de Barão de Mauá
Veja a história de vida do Barão de Mauá. (Foto: Reprodução)

Morte do industrial e político

Faleceu na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro no dia 21 de outubro de 1889. Posteriormente, acontece a Proclamação da República e o imperador de D. Pedro II vai para o exílio.

Principais frases do Barão de Mauá

Veja a lista com as principais frases do Barão de Mauá:

  • “As dificuldades foram feitas para serem vencidas. ”
  • “O melhor programa econômico de governo é não atrapalhar aqueles que produzem, investem, poupam, empregam, trabalham e consomem”.

Gostou da biografia de Barão de Mauá? Então compartilha o post com seus amigos e deixa seu comentário abaixo!

Biografia de Barão de Mauá
5 (100%) 8 votes

Última atualização: 02/05/18


Veja também

Biografia de Abraham Lincoln

Biografia de Abraham Lincoln

Abraham Lincoln nasceu na cidade de Hardim, no Kentuchy, em 12 de fevereiro de 1809. …

>