Biografia de Mussum

Antônio Carlos Bernardes foi um dos grandes humoristas brasileiros, popularmente conhecido como Mussum, apelido o qual fora dado por um dos seus grandes amigos, o Grande Otelo (que também era humorista).





Mussum nasceu no Rio de Janeiro no ano de 1941, filho de Malvina Bernardes Gomes e Anísio Ribeiro da Costa, desde pequeno era incentivado a estudar e este caminho seguiu, até conseguir um diploma de mecânico.

A carreira artística de Mussum começou ao mesmo tempo em que ele ingressou no mercado de trabalho, o artista tocava reco-reco em um grupo chamado “os modernos do samba” e depois formou um grupo próprio que ficou conhecido como “Os originais do samba”, fazendo sucesso no Brasil e em outros países na década de 70, as roupas coloridas que usavam era um dos principais símbolos do grupo.

Depois de viver um tempo na música Mussum, que já tinha um carisma que chamava a atenção, foi convidado a integrar um grupo de comediantes e nele permaneceu até a sua morte.

Biografia de Mussum

Nesta biografia você terá todas informações sobre o artista. (Foto: Reprodução)

Quem foi Mussum

Mussum foi um dos grandes humoristas que o Brasil conheceu, fez muito sucesso em um grupo musical e depois ingressou nos “Trapalhões”, um dos maiores e mais duradouros grupos de humor no Brasil.

Desde cedo, Mussum aprendeu que a sua educação era de suma importância, conclui o primário no ano de 1954 e no ano seguinte ingressou no internato da Fundação Abrigo Cristo Redentor, depois de concluir, foi para o Instituto Profissional Getúlio Vargas (filiada da Fundação mencionada), onde conseguiu o diploma de ajustador mecânico.

Assim que se formou, Mussum conseguiu emprego na área e trabalhou em uma oficina na região norte do Rio de Janeiro, depois de um tempo trabalhando, Mussum ingressou na Força Aérea e por lá permaneceu por 8 anos, concomitante ao serviço militar, o artista também dedicava sua vida à arte.

Seu grupo musical foi amplamente conhecido por suas coreografias e vestimentas coloridas e, em umas das suas apresentações, Mussum foi convidado a integrar um grupo de humor.

A partir de então, o sucesso do artista foi cada vez maior e aos poucos sua agenda foi ficando apertada fazendo com que abandonasse seu grupo musical.

Mussum era aclamado por suas frases atrapalhadas e com ar debochado, além de sua personalidade, que era por natureza, engraçada.

Outra característica marcante do artista era acrescentar sufixos às palavras, como “is” ou “évis”.

Principais feitos na vida

Dentre os principais feitas da vida de Mussum se destaca:

  • Mesmo depois de se afastar de seu grupo musical, o ator não deixou de se dedicar a musica, lançando três discos solo de samba;
  • Como integrante dos trapalhões, gravou mais de 30 filmes;
  • Durante toda a sua vida dedicava-se a escola de samba da Mangueira, sendo conhecido no local como “Mumu da Mangueira”;
  • Atuou em diversos projetos sociais;
  • Foi um dos idealizadores do projeto “Criança Esperança”, que até atualmente arrecada fundos para crianças e adolescentes em situações diversas de vulnerabilidade.
Mussum

Foto: Reprodução.

Vida pessoal de Mussum

Conhecidos do artista dizem que Mussum era o que era em qualquer ambiente que estivesse sempre com bom humor.

Além disso, familiares relembram que o mesmo era sempre humilde e solidário com o próximo.

O humorista casou-se com Neila Gomes no ano de 1976 e com ela permaneceu até o ano de sua morte (1994), nesta relação teve três filhos.

Um dos aspectos que mais marcaram a vida de Mussum, segundo o escritor de sua biografia, era a dualidade de reações do artista, ao mesmo tempo em que era engraçado, era também rígido com seus filhos.

Além disso, era muito ciumento com a esposa, mas mantinha casos extraconjugais assumidos.

Filho de Mussum

Mussum teve quatro filhos, três com sua esposa (Paula, Augusto e Sandro) e um de uma relação extraconjugal (Antônio Carlos), assumida pelo artista.

Antônio Carlos, foi o único que seguiu os passos do pai e trabalha como ator no Brasil, chegou até a gravar um filme com os Trapalhões.

Há uma confusão em relação ao cantor Mumuzinho, muitas pessoas acreditam que ele é filho de Mussum, inclusive, o cantor disse que já pediram para que ele cantasse as musicas de seu “pai”.

No entanto, apesar da semelhança dos nomes, Mumuzinho não é filho e não tem nenhum outro parentesco com o humorista, apesar de se considerar fã do mesmo.

Mussum morreu de que?

Mussum sofria de uma doença cardíaca grave, chamada de miocardiopatia, a qual faz com que o coração aumente de tamanho e não trabalhe corretamente. Desta forma, necessitava de um transplante de coração.

Em julho de 1994, foi internado em um hospital em São Paulo para realizar o transplante, o procedimento foi conforme o esperado e o humorista não sofreu rejeição aguda, que era o maior risco da cirurgia.

No entanto, dias após, o ator começou a apresentar sintomas negativos, sendo o primeiro a coagulação de sangue na região torácica e então foi submetido à outra cirurgia.

No dia 22 de julho, o humorista foi diagnosticado com uma infecção pulmonar, cinco dias depois Mussum não resistiu e faleceu (no dia 27 de julho de 1994).

Frases de Mussum

Confira algumas das principais frases ditas pelo humorista:

  • “Tem leite de morcego? Não? Deus é testemunha de que eu queria leite, então bota uma pinga aí!”
  • “Quem manda na minha terra sou Euzis!”
  • “Ta deprimidis, eu conheço uma cachacis que pode alegrar sua vidis.”
  • “Não sou faixa Preta cumpadi, sou preto inteiris, inteiris.”
  • “A ordem dos tratores não altera o pão duris.”
  • “Todo mundo vê os porris que eu tomo, mas ninguém vê os tombis que eu levo!”
  • “Eita!! Negadis hoje é sexta feris… Fim di semanis por aí!”
  • “Em pé sem cair, deitado sem dormir, sentado sem cochilar e fazendo pose.”

Gostou da biografia de Mussum? Então compartilha o conteúdo nos grupos do WhatsApp e também nas redes sociais com seus amigos.

Biografia de Mussum
5 (100%) 6 votes

Leave a Reply