Skip to content
Biografia Resumida

Biografia de Fiuk

Fiuk é o nome artístico de Filipe Kartalian Ayrosa Galvão. Começou cedo na carreira artística, como cantor e ator.

Aos poucos, foi se revelando mais do que outro rostinho bonito na mídia, ou apenas o “filho do Fábio Jr, pois demonstrou outros talentos, como compositor, empresário e modelo.

Esta biografia de Fiuk, obviamente, é provisória, tendo-se em vista que a vida do cantor está apenas começando (ele está com 30 aninhos no momento em que estamos nesta redação!).

Biografia de Fiuk: nascimento e família

Fiuk, como o Brasil já está cansado de saber, é filho do cantor Fábio Jr e irmão da atriz (que também canta) Cleo Pires.

Está com 30 anos de idade neste momento, portanto, nasceu em São Paulo exatamente no dia 25 de outubro de 1990.

A sua mãe é a empresária Cristina Kartalian e ele tem outros 3 irmãos, além de Cléo: a veterinária Krizia Galvão, a cantora Tainá Galvão e o caçula Záion.

Fiuk na música

Desde pequeno, talvez por conta das influências artísticas dentro da família (não apenas da parte do pai), Fiuk já demonstrava tendências para o mesmo ramo.

Foi matriculado numa escola de música aos 8 anos e, aos 13, decidiu que moraria com o pai famoso, já decidido a seguir os caminhos de Fábio Jr.

Criou sua própria banda bem cedo, já se aventurando nas primeiras composições.

Aos 15 anos começou a se apresentar com a primeira banda, a No Name. A banda Hori, que fez mais sucesso, veio em seguida.

Em 2007 Fiuk e banda lançaram o primeiro EP, com o nome “Mentes Inquietas”. Isso foi o pontapé para que entrasse gente grande no negócio: a gravadora Warner Music Brasil assinou um contrato com a banda no ano seguinte.

Até 2011 foram dois álbuns lançados. Depois disso, Fiuk decidiu seguir a carreira sozinho.

O seu primeiro trabalho solo se chamou “Sou Eu” e em 2013 foi lançado o disco “Vira Lata”.

Uma canção de Fiuk, chamada “Eterno Você”, fez parte da trilha sonora brasileira do filme “A Saga Crepúsculo: Eclipse”.

Fiuk nas telenovelas e cinema

Como ator, participou de novelas globais de sucesso. Exemplos são “A Força do Querer”, “Malhação” e “Geração Brasil”.

No cinema, participou do filme “As Melhores Coisas do Mundo”, de 2008 (lançado em 2010), com o personagem Pedro, e do filme “Júlio Sumiu”.

Na 17º temporada de “Malhação”, da qual Fiuk participou, ele tinha como personagem Bernardo e a trilha da temporada foi uma música de sua banda, “Quem Sou Eu”.

Fez ainda o seriado “Tal pai, tal Filho”, em 2013, ao lado do pai, Fábio Jr. E ainda trabalhou como apresentador de um programa na MTV, chamado “Coletivation”.

Com previsão de estreia em 2021 (possivelmente depois de sua saída do BBB), Fiuk estará na comédia “Me Tira da Mira”, em que atua ao lado de Cléo Pires.

Biografia de Fiuk: vida pessoal discreta

Mesmo sendo alvo constante por parte da imprensa “especializada” em celebridades, Fiuk desde sempre adotou ua postura discreta. Nunca foi dado à exposição da vida privada.

Ele era um dos mais cotados para ingressar no Big Brother Brasil 2021. Apesar de ter entrado solteiro na casa, Fiuk já namorou várias beldades.

Exemplo disso foi a relação até duradoura (de 2008 a 2012) com a produtora de moda Natália Frascino.

Em 2013 Fiuk teve um desenlance amoroso com a atriz e cantora Sophia Abrahão, mas nada muito duradouro.

Teve ainda outro breve caso com a ex-sister (BBB20) Manu Gavassi, mas não assumiram publicamente a relação.

Depois disso, voltou a ter um relacionamento mais longo, com a atriz Isabella Scherer, filha do nadador Xuxa. O romance durou de 2015 a 2017 e ainda houve um retorno em 2019, para, enfim, terminarem de vez.

No Instagram, até o fechamento desta edição, Fiuk tinha mais de 2,3 milhões de seguidores.