Biografia de Vinicius de Moraes

Vinicius de Moraes também conhecido como o “Poetinha” nasceu no bairro da Gávea, no Rio de Janeiro em 1913, seu nome de batismo era Marcus Vinitius da Cruz de Melo Moraes.





Quem foi Vinicius de Moraes

Foi o segundo filho do casal Clodoaldo Pereira da Silva Moraes e Lídia Cruz, seu pai foi funcionário público, poeta e violinista amador e sua mãe, pianista amadora, tiveram 4 filhos.

Vinicius, quando tinha apenas 3 anos de idade, mudou-se com sua família para o bairro de Botafogo no Rio de Janeiro e deu início aos seus estudos na Escola Primária Afrânio Peixoto, desde então já demostrava enorme paixão pela poesia.

Em 1924 ingressou numa escola de padres e jesuítas “Colégio Santo Inácio”, por lá ele começou a montar peças de teatro e a cantar no coral. Concluiu o ginásio em 1929 e, um ano depois entrou na Faculdade de Direito do Catete, atualmente nomeada Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

Vinicius de Moraes graduou-se em Ciências Jurídicas e Sociais em 1933, em seguida assumiu o cargo de censor cinematográfico junto ao Ministério da Educação e Saúde, ganhou uma bolsa do Conselho Britânico para estudar língua e literatura inglesas na Universidade de Oxford no ano de 1938.

Vinícius de Moraes foi diplomata, jornalista, dramaturgo, poeta e um dos maiores compositores da música popular brasileira compondo mais de 300 músicas.

Biografia de Vinicius de Moraes

Biografia resumida de Vinicius de Moraes. / Foto: Reprodução.

Obras de Vinicius de Moares

O Poetinha começou cedo nas rodas literárias e musicais, estreando na carreira literária em 1933 com O Caminho para a Distância pela editora Schmidt, a partir daí firmou carreira poética publicando novas obras. Em 1935, pela editora Irmãos Pongetti publica seu segundo livro Forma e exegese, este foi tão bem aceito pelo público que o levou a conquistar o prêmio Filipe d’Oliveira. No ano seguinte, publica seu terceiro livro Ariana, a mulher.

No ano de 1946, ingressou na carreira diplomática, após várias tentativas sem sucesso. Anos depois, assumiu o cargo de vice Cônsul em Los Angeles, retornando ao Brasil em 1950 após a morte de seu pai, no entanto, atuou mais um vez no cargo de diplomático em Roma e Paris. Se afastou da área em 1968, por ter sido aposentado pelo Ato Institucional 5, instituído pela ditadura militar brasileira, situação esta que o deixou profundamente insatisfeito.

Vinicius ficou popularmente conhecido como o poeta dos apaixonados, seus poemas mais reconhecidos até hoje são: Soneto de Fidelidade, Soneto de Separação, A Rosa de Hiroxima. E suas principais obras consiste em: Novos poemas, Cinco elegias e Poemas, sonetos e baladas.

No ano de 1958 em companhia de Tom Jobim criaram a Bossa Nova, um dos movimentos mais marcantes da música brasileira que começou com o álbum “Canção do Amor Demais”.

Na música, Vinicius teve como parcerias Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra. Lançou algumas importantes trilhas sonoras de novelas da rede globo de televisão, como “O Bem-Amado” e “ é Fogo sobre terra”. Seu último trabalho foi lançado com Toquinho intitulado, “Um pouco de ilusão”.

Nessa acepção, cabe ressaltar que as poesias escritas por Vinicius de Moraes tiveram duas fases: A primeira fase era voltada para a religiosidade, o espiritualismo expõe o amor com a retomada dos ideais Classicistas de Camões. A segunda fase é baseada ao cotidiano vivenciado, a vida social da época, que remete claramente os ideais do Modernismo.

Suas obras perpassam por uma gama de área da literatura, do teatro, do campo musical, do cinema. Nas poesias de Vinicius as temáticas mais abordadas foram: O cotidiano, o amor, a mulher, o erotismo e a amizade. Para o público infantil Vinicius escreveu vários livros como exemplo: A Arca de Noé, o pato, corujinha, a foca, as abelhas, a Pulga, a aula de piano, a porta, a casa, São Francisco, o gato, o relógio, menininha.

Um fato bastante relevante sobre a vida de Vinicius, é que este se casou por nove vezes e, destes casamentos tiveram 5 filhos: Suzana, Pedro, Georgiana, Luciana e Maria.

Morte

Um dos poetas mais popular do Brasil, Vinicius de Moraes faleceu na cidade de Rio de Janeiro em 09 de julho de 1980, aos 66 anos de idade, por conta de um edema pulmonar. Mesmo após sua morte, suas obras permanecem viva na vida das pessoas, prova disso são as obras publicadas além de alguns shows realizados em sua homenagem.

Gostou da biografia de Vinicius de Moraes? Então compartilha o conteúdo com seus amigos nas redes sociais e deixa sua avaliação nas estrelinhas.

 

FONTES:

BORGES, A. E. Vinícius De Moraes: Cultura e História (1930-1970). 2011. Dissertação (Pós-Graduação em história). Universidade Federal de Goiás, Goiás.

COSTA, J. J. S.; CARNEIRO, V. S. Vinícius de Moraes: o poetinha-letrista da literatura infantil brasileira. Revista Letras Raras, Campina Grande, Vol. 2, Nº 1, p.113 –125, 2013.

Biografia de Vinicius de Moraes
5 (100%) 28 votes

Leave a Reply