Skip to content
Biografia Resumida

Guerra Fria

Veja a seguir tudo que precisa saber sobre a Guerra Fria e estude sobre o tema!

Depois da Segunda Guerra Mundial o mundo sentia as graves consequências deste conflito de grandes proporções e, o mundo estava dividido em duas superpotências: Os Estados Unidos da América (EUA) e a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Os EUA tinha como ideologia o capitalismo, já a URSS era socialista. Essas duas superpotências tentavam expandir sua ideologia por outros países e provar sua soberania.

A definição de Guerra Fria foi porque este conflito não gerou embates militares entre as potências, isso porque ambos possuíam um vasto arsenal bélico e um conflito armado resultaria no fim de um deles ou até mesmo da vida na Terra.

Guerra Fria
Foto: Reprodução.

Resumo da Guerra Fria

As Guerras que aconteceram durante o século XX trouxeram inúmeras consequências à sociedade. Estes eventos foram motivados pela disputa econômica e política de países ricos, sendo esse o principal motivo pelas praticas violentas ocorridas.

Após a Segunda Mundial, os países possuíam um vasto armamento bélico e as principais potências contavam ainda com armas nucleares. Aliado a isso, o mundo se dividia em duas ideologias, socialismo e capitalismo, época chamada de Ordem Bipolar.

Guerra Fria foi a denominação dada ao período histórico em que as duas superpotências (EUA e URSS) se confrontaram de forma pacifica, ou seja, não houve um conflito violento direto entre as duas superpotências.

A Guerra Fria envolvia uma disputa entre as superpotências em questões econômicas, políticas, culturais e tecnológicas. Ou seja, uma potência espiava a outra, as conquistas eram uma forma de competir e investimentos em pesquisas tecnológicas foram elementos centrais durante o período.

Os EUA desenvolveram financiamentos para a reconstrução dos países depois da Segunda Guerra, neste contexto, uma das principais políticas elaboradas foi o Plano Marshall que desenvolvia estratégias para reconstrução de países europeus.

Não obstante, a URSS também desenvolveu planos para ampliar o socialismo, o grupo Kominform servia para fortalecer os laços entre os principais partidos socialistas.

Na Europa, as medidas soviéticas ficaram conhecidas como Cortina de Ferro, que servia como uma separação dos países socialistas (Ocidental) e dos capitalistas (Oriental) visando cortar relações entre eles, fato que prejudicou os europeus em diversos sentidos, principalmente no que se refere ao mercado de trabalho.

Um dos maiores símbolos da Guerra Fria foi a construção do Muro de Berlim no ano de 1961, localizado na cidade de Berlim e que marcava a divisão ideológica na Alemanha. O muro fora construído por lideranças soviéticas e apoiado pelo governo.

O Muro de Berlim tinha como objetivo impedir que a população da Alemanha Oriental (socialista) fugisse para a Alemanha Ocidental (capitalista), isso porque a Alemanha Ocidental atraia a população com uma vasta oferta de empregos, dado que o capitalismo estava sendo mais bem sucedido economicamente.

A queda do Muro de Berlim (1989) marcou o inicio do fim da Guerra Fria e já mostrava o declínio do socialismo e a ascensão do capitalismo.

Dois anos depois, em dezembro de 1991, a Guerra Fria chega ao fim juntamente o com a extinção da URSS.

Entretanto, cabe dizer que alguns países (como Cuba e China, por exemplo) continuaram a utilizar o socialismo como ideologia. Em contrapartida, o capitalismo se expandiu em grande escala, tendo soberania mundial.

Quanto tempo durou a Guerra?

A Guerra Fria durou 44 anos, sendo seu inicio no ano de 1947 (pós Segunda Guerra) e seu fim no ano de 1991 (fim da União Soviética).

Quais países foram envolvidos?

Os países protagonistas da Guerra Fria foram os EUA e a URSS, entretanto, havia países que apoiavam as suas ideologias, onde:

  • Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) apoiavam a ideologia capitalista com a participação dos seguintes países: Estados Unidos, Canadá, Portugal, Itália, Noruega, Dinamarca, Islândia, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, França e Reino Unido;
  • Pacto de Varsóvia apoiavam a ideologia socialista com a participação dos seguintes países: URSS, Alemanha Oriental, Bulgária, Hungria, Polônia, Tchecoslováquia e Romênia.

Por que aconteceu a Guerra Fria?

Não existe um único motivo que explique o porquê da Guerra Fria ter acontecido. De forma geral, as potências queriam provar sua soberania e expandir sua ideologia por mais países.

Consequências da Guerra Fria

As principais consequências da Guerra Fria foram:

  • Declínio do Socialismo: o sistema antidemocrático e a crise econômica foram os principais fatores que influenciaram o declínio do socialismo e o fim da URSS;
  • Ascensão do capitalismo: Aos poucos, os países socialistas foram se adaptando ao capitalismo e o sistema foi considerado vitorioso neste conflito;
  • Queda do Muro de Berlim: reunificação da Alemanha Ocidental e Oriental e a população teve de volta sua liberdade no país.

Considerações finais

Contudo, cabe lembrar que apesar de não ter acontecido combates diretos entre as potências, a Guerra Fria influenciou guerras em países periféricos, como: a Guerra do Vietnã, a Guerra do Afeganistão e a Guerra das Coreias.

Guerra Fria
5 (100%) 8 vote[s]