Skip to content
Biografia Resumida

Biografia de Diego Alves

Ser goleiro não é tarefa fácil, pois desde cedo sofre com bullying do tipo: “Ah! Vai ser goleiro porque não sabe jogar” ou quando acontece os famosos frangos e gols com certo nível de constrangimento.

O que a grande parte das pessoas esquecem é que o time começa pelo goleiro, sem o qual não tem como o time existir. Diego Alves conseguiu passar por tudo isso e hoje é um dos goleiros mais adorados do futebol brasileiro. A seguir veremos a sua biografia.

Quem é Diego Alves

Diego Alves Carreira, ou apenas Diego Alves como conhecemos popularmente, nasceu em 24 de junho de 1985 no Rio de Janeiro. Diego é um goleiro profissional de futebol, atua na posição de goleiro e atualmente defende o Clube de Regatas Flamengo do Rio de Janeiro.

Carreira como goleiro

Diego Alves

Diego começou sua carreira no futebol jogando pelo Botafogo de Ribeirão Preto, chegando a disputar vários campeonatos internacionais como: LZO Cup em Bremen, Nokia Debitel Cup em Dusseldorf e Finaznzgruppe Cup em Oberndorf, todos esses no ano de 2003 na Alemanha.

Teve destaque sendo eleito o melhor goleiro em todos os torneios.

 Atlético Mineiro

Diego se transferiu para defender a camisa alvinegra do Atlético Mineiro em 2004, estando no time de juniores, subindo para o time principal no ano seguinte. Foi peça chave na conquista do Brasileirão série B em 2006, recebendo o prêmio de melhor goleiro do campeonato.

Ainda pelo Atlético, ganhou o campeonato mineiro, também sendo eleito o melhor goleiro do torneio.

Almería

Diego foi vendido para o Almería da Espanha por € 2,50 milhões e já com poucos meses jogando pelo Almería, conseguiu quebrar o recorde do goleiro Iker Casillas de 618 minutos sem levar gols. Em pouco tempo já era considerado um dos melhores goleiros em atividade na Espanha.

Valencia

Em 2011 foi para o Valencia, e continuou quebrando recordes em defesas de pênaltis. No ano de 2015 esteve lesionado, o que o tirou dos gramados até em meados de 2016.

Flamengo

Diego voltou para o futebol brasileiro e dessa vez foi jogar pelo Flamengo onde permanece até hoje. Ele virou ídolo incontestável tendo feito uma ótima campanha junto com o clube no ano de 2019.

Seleção brasileira

Pela seleção brasileira ele chegou a jogar nas modalidades: sub-19, sub-20, sub-21 e sub-23, sendo esta última nas olimpíadas de Pequim em 2008. Na seleção principal chegou a ser convocado para treinos, amistosos e edições da Copa América.

Títulos do goleiro e estatísticas

O goleiro conquistou títulos de grande expressão por quase todos os clubes por onde passou. A seguir veremos uma lista com cada título por clube.

Atlético Mineiro

Pelo Atlético Mineiro Diego Alves conquistou 4 títulos são eles:

  • 1 Copa Integração de Grandes Clubes no ano de 2004.
  • 1 Campeonato Brasileiro – Série B no ano de 2006.
  • 1 Campeonato Mineiro no ano de 2007.

Flamengo

No Flamengo, o goleiro possui uma carreira brilhante e com vários títulos. Ganhou praticamente tudo o que pode no ano de 2019 defendendo a camisa rubro-negra.

  • 1 Taça Guanabara no ano de 2018.
  • 1 Florida Cup no ano de 2019.
  • 1 Taça Rio no ano de 2019.
  • 1 Campeonato Carioca no ano de 2019.
  • 1 Copa Libertadores da América no ano de 2019.
  • 1 Campeonato Brasileiro no ano de 2019.

Seleção Brasileira

Atuando pela seleção brasileira Diego Alves conquistou os seguintes títulos:

  • 1 Copa Sendai no ano de 2003.
  • 1 Copa Internacional do Mediterrâneo no ano de 2004.

Prêmios Individuais

Todo futebolista sonha em conquistar títulos defendendo os clubes por onde ele passar, porém quando ele ganha prêmios individuais sente-se realizado e com o sentimento de trabalho bem feito.

Não seria diferente com Diego Alves que possui várias premiações individuais. Vamos a elas.

Como melhor goleiro ganhou as seguintes premiações:

  • Em 2003 ganhou o prêmio de melhor goleiro do Torneio de Oberndorf na modalidade Sub-19.
  • EM 2003 ganhou o prêmio de melhor goleiro da LzO-Cup.
  • Em 2003 ganhou o prêmio de melhor goleiro da Nokia-Debitel-Cup.
  • Em 2004 ganhou o prêmio de melhor goleiro da Copa Integração.
  • Em 2004 ganhou o prêmio de melhor goleiro da Copa Integração de Grandes Clubes.
  • Em 2006 ganhou o prêmio de Revelação do Troféu Guará.
  • Na subida do Atlético Mineiro a primeira divisão em 2006, ganhou o prêmio de melhor goleiro do Campeonato Brasileiro – Série B.
  • Em 2007 ganhou o prêmio de melhor goleiro do Campeonato Mineiro jogando pelo Atlético Mineiro.
  • Em 2007 ganhou o prêmio de melhor goleiro de Minas Gerais pelo Troféu Telê Santana.
  • Em 2017 foi Incluído na Lista da World Soccer Magazine, onde ficou entre os 500 jogadores mais importantes do futebol.

Clubes em que o Diego Alves atuou

Diego Alves é um jogador veterano no futebol, chegando a jogar tanto no Brasil quanto na Europa. Veremos os clubes em que Diego atuou.

  • Diego Alves jogou pelo Botafogo – SP e Atlético Mineiro – GO.
  • Como profissional, Diego Costa atuou nos seguintes clubes.
  • Atlético Mineiro: Pelo Atlético Mineiro, Diego Alves fez 61 jogos entre os anos de 2005 a 2007.
  • Almería (Unión Deportiva Almería) da Espanha, Diego fez 125 jogos entre os anos de 2007 a 2011.
  • Valência da Espanha, Diego fez 178 jogos entre os anos de 2011 a 2017.
  • Flamengo: Desde que voltou para o Brasil em 2017, Diego Alves está atuando pelo Flamengo, e desde então já completou 125 jogos com a camisa rubro-negra.

Qual o salário do goleiro

Diego Alves assinou o contrato com o Flamengo onde até o fim de 2020 ele receberá 500 mil como salário, sendo esse valor a metade do que ele recebia quando estava na Espanha defendendo o Valencia.

Para contratar Diego, o Flamengo desembolsou cerca de 300 mil euros, o que seria R$ 1,09 milhão.

Curiosidades sobre Diego

Diego possui curiosidades em sua carreira que valem ser citadas como: quebra de recordes e dedicação a defender pênaltis. Veremos as mais importantes a seguir.

  • Na partida contra o Leganés em 25 de setembro de 2016, Diego bateu o recorde de defesas de pênaltis na história do Campeonato Espanhol. O recorde de 16 defesas em 107 cobranças pertencia a Andoni Zubizarreta, Diego conseguiu 17 defesas em um total de 39 cobranças ao defender o pênalti de Alexander Szymanowski.
  • Conseguiu quebrar outro recorde histórico, dessa vez foi o de quantidades de pênaltis defendidos durante uma temporada do campeonato espanhol. Superou os goleiros Manzanedo e Pepe que possuíam o recorde de cinco defesas cada um. Diego conseguiu a sexta defesa e assim quebrou o recorde.
  • Em se tratando de pênaltis, Diego é referência no assunto. Ao todo, ele possui um bom retrospecto em comparação a defesas de pênaltis e gols sofridos. No geral são 45 cobranças, aonde 26 foram defendidas, um pênalti foi na trave e outro para fora e sofreu apenas 26 gols.
  • Em entrevista à ESPN Brasil em 2016, Diego declarou que para defender pênaltis deve-se envolver várias características como: o jeito de defender, reflexo, agilidade e intuição.

Em suma, o pênalti não envolve apenas um fator, mais sim, um conjunto de fatores. Diego ainda acrescentou que ele trata como se fosse uma guerra psicológica que é travada entre o batedor e o goleiro. Onde é preciso prever com certa intuição o que o outro irá fazer.

  • O seu fascínio por defender pênaltis vem desde a sua adolescência. O treinador de goleiros Rogério Spinelli, disse que quando Diego jogava pelo Botafogo-SP, ele já possuía talento para defender pênaltis.

Rogério relata que Diego com 16 anos, era chamado para treinar com os profissionais e também em momentos de descontração, em que os jogadores brincavam de cobrar pênaltis, Diego sempre estava lá e se dava bem nas apostas que eram feitas.

As apostas consistiam em quem perdesse teria que correr em volta do campo debaixo de sol forte. Faziam parte da brincadeira Diego, Marcão e Doni, dois grandes goleiros consagrados do futebol nacional e internacional.