Biografia de Zumbi dos Palmares





Conheça a história de Zumbi dos Palmares: o grande líder de Palmares que se tornou um símbolo de resistência da nossa história.

Quem foi Zumbi dos Palmares

Zumbi dos Palmares nasceu em Serra da Barriga, Capitania de Pernambuco no ano de 1655, região que atualmente pertence ao município de União dos Palmares, no estado de Alagoas.

Foi líder escravo alagoano, e o último chefe do Quilombo dos Palmares, reconhecido pela sua resistência negra contra a escravidão.

Estudos revelam que Zumbi, foi levado por invasores ainda recém-nascido, quando o Quilombo em que residia foi invadido por uma expedição comandada por Brás da Rocha Cardoso.

Por mais que Zumbi tenha nascido livre, aos seis anos foi entregue como presente ao português Antônio Melo, um padre da vila de Recife, e por ele foi criado e educado. Ao batizar-se, recebeu o nome de “Francisco”, com o padre Antônio aprendeu a língua portuguesa e latim e diariamente ajudava na celebração da santa missa.

Em 1670, aos 15 anos fugiu para Palmares, onde adotou o nome Zumbi, tal qual significa guerreiro. Sua figura tem representação heróica, mostrando que o derramamento de sangue pelo seu ideal não foi em vão. Defendeu integralmente o seu povo, com seu heroísmo lutou juntamente com os negros contra a escravidão.

Em 1675, o quilombo foi invadido por soldados portugueses, Zumbi se manteve forte, destacando-se como um guerreiro em defesa daquelas terras. Depois desse combate sangrento, os soldados portugueses foram forçados a se retirar para a cidade de Recife.

No ano de 1678, o governador da província de Pernambuco tenta um acordo com o primo de Zumbi, o líder do Quilombo Ganga Zumba.

Zumbi é contra o acordo, pois não permitia a liberdade dos quilombolas, enquanto os negros das fazendas seguiriam aprisionados com as autoridades coloniais.

Posteriormente, manda envenenar Ganga Zumba e em 1680, Zumbi assume seu lugar em Palmares, comandando a resistência contra as tropas do governo.

Outra biografia:  Biografia Fernanda Gentil

Durante o período que Zumbi governou Palmares, o quilombo se desenvolveu muito, alcançou diversas conquistas contra os soldados portugueses.

Era possuidor de grande habilidade no planejamento e organização da comunidade, além de coragem e conhecimentos militares.

O governador Pedro de Almeida busca fazer acordo de paz a Zumbi, em troca de terras próximas ao rio Cucaú e da liberdade dele e de seu povo. Devido ao seu dever de rei, Zumbi aceita o acordo de paz, pensando na felicidade de seu povo.

Entretanto, João Lucas, o chefe dos fazendeiros, usa do acordo para armar outra expedição contra Palmares e alega estar a serviço do rei de Portugal. Confiou o dever de destruir Palmares a Domingos Jorge Velho, um bandeirante paulista sem escrúpulos, especialista na caça aos índios e líder de uma tropa de renegados.

Zumbi dos Palmares representou a mais importante comunidade de escravos fugidos nas Américas e, também a maior com uma população de aproximadamente 30 mil pessoas.

No entanto, em 1694 o Quilombo dos Palmares foi invadido pela expedição comandada por Domingos Jorge Velho. Zumbi e demais sobreviventes do massacre, fugiram para a Serra de Dois Irmãos, caiu em um desfiladeiro após ser baleado num combate. Zumbi, foi dado como morto, porém ressurge vivo em 1695.

Apesar disso, em 20 de novembro desse mesmo ano um de seus comandantes, Antônio Soares, o traiu, trocando sua liberdade pela revelação do esconderijo. Zumbi foi então torturado e capturado.

Zumbi, um dos grandes líderes de nossa história, chefe da “primeira república verdadeiramente livre das Américas” é considerado símbolo da luta contra a escravidão, lutou também pela liberdade de culto religioso e pela prática da cultura africana no País.

Quem foi Zumbi dos Palmares?
Veja a história, biografia e quem foi Zumbi dos Palmares. (Foto: Reprodução)

Morte de Zumbi dos Palmares

Zumbi dos Palmares, foi morto durante um combate em uma emboscada, teve a cabeça cortada e levada até a praça do Carmo, na cidade de Recife, onde ficou exposta em praça pública por anos seguidos até sua completa decomposição.

Outra biografia:  Biografia Bianca Rinaldi

O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra.

Curiosidades

  • Após Zumbi ser morto e derrotado, o capitão Furtado de Mendonça recebeu uma premiação no valor de cinquenta mil réis pelo monarca D. Pedro II de Portugal.
  • O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o “Dia da Consciência Negra”.
  • O primeiro registro histórico relacionado a Zumbi, é o ano de 1673, onde conquistou notoriedade por lutar contra os portugueses.
  • A figura de Zumbi, é de grande relevância para o movimento negro, que atualmente tem uma Faculdade e o Aeroporto Internacional de Maceió/AL recebeu seu nome em sua homenagem.
  • A escola de samba do Rio de Janeiro “Vila Isabel”, fez uma homenagem a Zumbi dos Palmares com o seu antológico enredo intitulado “Kizomba, festa da raça“. A escola foi premiada com o seu primeiro título.

Frases de Zumbi dos Palmares

Veja algumas das principais frases já ditas por este homem:

  • “Só fica escravo aquele que tem medo de morrer sobre donos.”
  • “Aquele que é feito escravo por uma força maior do que a sua, ama a liberdade e é capaz de morrer por ela, nunca chegou a ser escravo.”
  • “É chegada a hora de tirar nossa nação das trevas da injustiça racial.”

Referências em artes que mencionam o nome de Zumbi

  • Filme de Carlos Diegues sobre o Quilombo dos Palmares, Quilombo, 1985;
  • O cantor Gilberto Gil lançou um CD intitulado “Z300 Anos de Zumbi”;
  • Nome dado ao aeroporto de Maceió, capital do estado de Alagoas “Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares”;
  • Nome dado ao lutador do jogo feito em Adobe Flash: Capoeira Fighter 2.

Gostou da biografia de Zumbi dos Palmares? Então compartilha com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Biografia de Zumbi dos Palmares
5 (100%) 6 votes

Última atualização: 15/05/18


Veja também

Djalma Rezende

Biografia de Djalma Rezende

A biografia do advogado Djalma Rezende é uma das maiores peças de motivação a pessoas …

>