Biografia de Sócrates

Sócrates foi um dos mais importantes filósofos da história e é considerado o fundador da filosofia ocidental.





Ele viveu durante o século V a. C. e ficou famoso pela frase “conhece-te a ti mesmo”.

Descubra neste artigo quem foi Sócrates, suas principais teorias e como ele morreu.

Quem foi Sócrates (Vida e Obra)

Sócrates nasceu na Grécia, na cidade de Atenas, no ano de 470 a. C. Seu pai era escultor e pedreiro e sua mãe era parteira.

O local de nascimento era um vilarejo muito pobre e que ficava fora da cidade de Atenas, em uma região conhecida como Alopeke.

Pouco se sabe sobre a infância do filósofo. Naquela época, não era comum as pessoas trabalharem, visto que este era um serviço executado pelos escravos.

Os que trabalhavam, não era bem vistos, principalmente pelas elites de Atenas. Mesmo assim, Sócrates chegou a trabalhar junto com seu pai, no ofício da escultura, entretanto, ele considerava esta uma profissão muito difícil de ser aprendida.

Ele estudou filosofia e ética. De acordo com Aristóteles, Sócrates buscava encontrar definições universais para as virtudes da moral do homem.

Biografia de Sócrates

Foto: Reprodução

De acordo com escritos por Aristófanes e Xenofonte, Sócrates era um homem feio, com a pele pálida, olhos esbugalhados, nariz achatado e lábios grossos. Sua virtude era a inteligência.

Sócrates foi tão importante para a filosofia, que esta ciência é composta por dois períodos: pré-socrática e pós-socrática.

Por profissão, ele era escultor, mas não exercia este trabalho. Seu grande objetivo era fazer algo pela humanidade.

Na época, surgiram os primeiros profissionais do conhecimento, os Sofistas, que percorriam diversas regiões da Grécia, ensinando em troca de pagamento. Diferente deles, Sócrates ensinava sem cobrar nada, pois acreditava esta ser a sua missão.

Foi casado duas vezes, a primeira com Xantipa, com quem teve Lamprocles. Seu outro casamento foi com Mirto, com quem teve os filhos Sofronisco e Menexeno.

Sócrates acreditava na aristocracia dos sábios, ou seja, achava que os governantes deveriam ser aqueles homens de maior conhecimento e sabedoria.

Sua qualidade de oratória e a sua grande inteligência o tornaram um homem muito popular. Com isso ele atraiu muitos jovens de Atenas, que o consideravam praticamente um Deus.

Principais teorias de Sócrates

Sócrates era um grande adepto do ensino oral. Isso faz com que não exista nenhum escrito do filósofo.

Todo o conhecimento deixado por ele se encontra nas obras de outros filósofos, como Aristófanes, Xenofonte, Aristóteles e Platão, este último, seu principal discípulo.

Uma das características do seu ensino é o fato de ele não responder diretamente as perguntas que lhe faziam. Seu ensino era baseado em um método chamado dialógico, ou seja, ele devolvia perguntas para seus alunos, de forma que eles chegassem à suas próprias conclusões sobre determinado assunto.

Sócrates acreditava que o papel do educador não era dar o conhecimento em si, mas sim, despertar a curiosidade do aluno de forma que ele mesmo buscasse encontrar as respostas de suas próprias perguntas.

Sua teoria ficou conhecida como método socrático onde o filósofo fazia perguntas ingênuas de forma a revelar contradições. Ele não usava discursos com o objetivo de persuadir os outros, conforme era comum na época.

A maiêutica socrática

Esta é uma forma de resolver temas complexos. Quando questões assim chegavam até ele, Sócrates procurava colocar várias outras questões, mais simples, até se chegar na verdade.

Assim, ideias complicadas era resolvida de formas mais simples.

A ironia socrática

Esta era outra teoria de Sócrates que tinha como objetivo fazer com que o outro reconhecesse a sua própria ignorância.

Quando alguém chegava como detentor de um conhecimento (em geral de forma arrogante), Sócrates estabelecia um diálogo, interpondo diversos questionamentos, até que a pessoa assumisse a sua ignorância sobre determinado assunto.

Como Sócrates morreu?

Sócrates morreu em Atenas, no ano de 399 a.C, aos 70 anos.

O filósofo tinha opiniões fortes e era contrário sobre a forma como funcionava a sociedade grega. Com isso, a elite conservadora de Atenas via em Sócrates uma ameaça e um agitador.

Sócrates foi condenado após sofrer acusações como ateísmo, tentativa de introduzir inovações na religião e de corromper a juventude.

Com isso ele tinha duas opções: ser exilado ou ser condenado à morte.

Para ele, o exílio seria o mesmo que reconhecer que seu pensamento estava errado. Então ele, conscientemente, bebeu uma taça de veneno, pondo fim à sua vida.

Curiosidades

  • É um dos personagens mais enigmáticos da história humana, pois, nunca escreveu nenhum texto;
  • Foi um divisor da história da filosofia;
  • Foi o mais importante filósofo da história;
  • A família de sua primeira esposa não gostava de filósofos;
  • Seu principal método de transmissão do conhecimento era o diálogo;
  • Afirmava que a religião não ajudava em nada o desenvolvimento intelectual dos jovens;
  • Foi um dos primeiros autores a estudar o autoconhecimento. Sua mais famosa frase “conhece-te a ti mesmo” denotava isso. Apenas reconhecendo sua própria ignorância é que ganhamos conhecimento.

Frases de Sócrates

  • “Para conseguir a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos.”
  • “Deve-se temer mais o amor de uma mulher do que o ódio de um homem.”
  • “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.”
  • “Só sei que nada sei.”
  • “O ideal no casamento é que a mulher seja cega e o homem surdo.”
  • “Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida.”
  • “Meu conselho é que se case. Se você arrumar uma boa esposa, será feliz; se arrumar uma esposa ruim, se tornará um filósofo.”

Gostou da biografia do filósofo? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e deixa seu comentário abaixo!

Biografia de Sócrates
5 (100%) 9 votes

One Response

  1. Fernando

Leave a Reply