Biografia de Marina Silva

Uma das figuras políticas mais conhecidas no Brasil é Marina Silva,que, aliás, foi candidata à Presidente da República em 2010.

Marina Silva é historiadora, psicopedagoga, ambientalista, professora e uma liderança política.

Marina Silva

Nascida no dia 8 de fevereiro de 1958 em Rio Branco no Acre numa localidade chamada Breu Velho foi registrada como Maria Osmarina Silva de Souza.

A futura Senadora, Ministra e candidata à Presidente da República nasceu numa família extremamente pobre e que de 11 filhos sobreviveram 8.

O pai de Marina Silva senhor Pedro Augusto da Silva e dona Maria Augusta da Silva, enfrentaram inúmeras dificuldades com os filhos.

A família trabalhou em seringais por Manaus e viajou em busca de vida melhor para a família por outras regiões, mas viu-se obrigado a viver, de fato, no seringal.

Marina Silva estava om 15 anos quando a sua mãe faleceu vitimada por uma série de doenças que adquiriram nas condições precárias dos serviços nos seringas.

Foto: Reprodução

Neste período a jovem decide se mudar para a sede da capital Rio Branco, haja vista, que precisava cuidar de sua saúde, também debilitada.

Foi neste período que duas irmãs de Marina morreram mediante terem contraído doenças como malária e sarampo. Na capital Rio Branco trabalhou de doméstica e conseguiu apoio do bispo Dom Moacyr Grechi.

No ano de 1980 a mesma se casa pela primeira vez tendo com o companheiro Raimundo Souza dois filhos aos quis chamou de Shalon e Danilo.

Após cinco anos o casamento acabou e ela voltou a se casar, desta vez com o homem que até hoje é o seu marido o engenheiro Fábio Vaz de Lima. Com este teve dois filhos também de nomes Moara e Mayara.

Foi ao lado de Chico Mendes, ativista e seringueiro, que começou sua militância em 1984 rezando as ideias de esquerda e ajudando a fundar a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no estado do Acre.

Apenas um ano após iniciar sua luta de forma direta na CUT filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) sendo eleita a vereadora mais votada de Rio Branco em 1988.

A partir daquele momento despontava a militância política com um crescimento muito rápido.

Devido a ascensão do nome de Marina Silva, a base petista nacional a convidou para ser candidata a deputada estadual.

Ao lançar-se em 1990 como candidata a deputada estadual foi mais uma vez a mais votada, desta vez do estado do Acre. Sendo eleita Marina Silva continuou sua militância pelo que acreditava em relação às causas dos trabalhadores.

É neste período que desenvolve, também, um pensamento voltado para um governo que prioriza o desenvolvimento sustentável.

No ano de 1994 recebeu o convite para candidatar-se a Senado Federal e com condições largas de vantagem foi eleita para o Senado aos 36 anos. Em 2002 resolveu se reeleger ao cargo e acabou vencendo novamente e garantindo a reeleição.

Foi neste período que recebeu o convite do então presidente Luís Inácio Lula da Silva – seu correligionário – para assumir o Ministério do Meio Ambiente.

A então Senadora aceitou e ficou no cargo entre 2003 e 2008 quando resolveu deixar, frustrada, a base do governo e desfiliou-se do Partido dos Trabalhadores em 2009.

No ano em curso chegou ao Partido Verde (PV) defendendo a causa da sustentabilidade, onde saiu candidata e obteve 19.636.359 votos o que resultava em 19,33% dos votos validos.

Essa colocação ao final do primeiro turno garantia a Marina Silva mais que o terceiro lugar, mas de igual modo um poder de liderança política muito grande.

Após esta eleição Marina Silva buscou registar o seu partido Rede Sustentabilidade, mas ao ter negado o registro na ocasião ficava impossibilitada de disputar às eleições de 2014.

A pré-candidata firmou parceria com o Partido Socialista Brasileiro onde o maior nome a concorrer era Eduardo Campos onde seria sua candidata a vice.

Todavia, ocorreu a morte de Eduardo Campos em um acidente aéreo em 13 de agosto de 2014. Lideranças do partido convenceram Marina Silva a ser candidata e ela obteve 22.154.707 votos ficando em terceiro lugar e novamente perdendo para Dilma Rousseff do PT.

O registro do partido liderado por Marina o Rede Sustentabilidade só saiu em 22 de setembro de 2015.

Marina Silva foi citada na Operação Lava Jato como uma das beneficiadas com dinheiro de caixa 2 da OAS de acordo delação de Léo Pinheiro.

Posts recentes

Biografia de Henry Ford

18 de dezembro de 2019

Biografia de Francis Bacon

18 de dezembro de 2019

Lenda do Barba Ruiva

6 de dezembro de 2019

Biografia de Diego Alves

3 de dezembro de 2019

Comidas Típicas do Folclore

3 de dezembro de 2019