Biografia de José de Abreu

O ator José de Abreu é um dos mais talentosos e polêmicos da televisão brasileira, sendo, crítico de questões sociais e políticas.





José de Abreu

O célebre ator é oriundo de Santa Rita do Passa Quatro no Estado de São Paulo onde nasceu em 24 de maio de 1946 registrado como José Pereira de Abreu Júnior.

Antes de ser ator trabalhou na capital paulista como entregador de documentos de um escritório de advocacia e também como assistente de laboratório. Ao conseguir seguir carreira de ator entra para o Teatro da Universidade Católica em São Paulo onde encenas peças e logo chega às telonas do cinema fazendo filmes.

No começo da carreira José de Abreu teve que interromper, justamente pelas suas primeiras polêmicas. O mesmo era militante da esquerda armada que combatia o Regime Militar, de igual modo, integrava a UNE (União Nacional dos Estudantes) onde em um congresso que motivava a luta contra o Regime o mesmo foi preso.

Também foi membro da Ação Popular e esteve diretamente ligado a VAR-Palmares, Vanguarda Armada Revolucionária. José de Abreu também foi integrante do movimento hippie e esteve na onda do “paz e amor” e vida alternativa. Ficou exilado na Europa de 1968 até 1974 quando ao retornar vai residir no Sul do país, mais precisamente em Pelotas – Rio Grande do Sul.

José de Abreu

Ao retornar a carreira fez inúmeras novelas, séries e minisséries, sobretudo, na Rede Globo de televisão. Seus trabalhos na televisão foram “As Três Marias – 1980”, “Terras do Sem Fim – 1981”, “Sítio do Pica Pau Amarelo – 1981”, “Caso Verdade – 1982”, “Parabéns Pra Você – 1983”, “Transas e Caretas – 1984”, “Anarquistas, Graças a Deus – 1984”, “Caso Verdade – 1984”.

“Sítio do Pica Pau Amarelo – 1984”, “Corpo a Corpo – 1984”, “O Tempo e o Vento – 1985”, “Ti Ti Ti – 1985”, “Anos Dourado – 1986”, “O Outro – 1987”, “Bebê a Bordo – 1988”, “O Primo Basílio – 1988”, “Kananga do Japão – 1989”, “Tieta – 1989”, “Pantanal – 1990”, “O Canto das Sereias – 1990”, “A História de Ana Raio e Zé Trovão – 1991”, “Na Rede de Intrigas – 1991”.

“Amazônia – 1991”, “Perigosas Peruas – 1992”, “Renascer – 1993”, “Sonho Meu – 1993”, “História de Amor – 1995”, “A Indomada – 1997”, “Corpo Dourado – 1998”, “Força de Um Desejo – 1999”, “Vila Madalena – 1999”, “A Muralha – 2000”, Porto dos Milagres – 2001”, “Os Maias – 2001”, “Desejos de Mulher – 2002”, “A Casa das Sete Mulheres – 2003”.

“Malhação – 2003”, “Senhora do Destino – 2004”, “Mad Maria – 2005”, “JK – 2006”, “Amazônia, De Galvez a Chico Mendes – 2007”, “Eterna Magia – 2007”, “Desejo Proibido – 2007”, “Caminho das Índias – 2009”, “Malhação ID – 2009”, “Insensato Coração – 2011”, “Avenida Brasil – 2012”, “O Dentista Mascarado – 2013”, “Joia Rara – 2013”, “O Rebu – 2014”, “A Regra do Jogo – 2015” e “Os Dias Eram Assim – 2017”.

O ator tem inúmeros filmes e peças de teatro em seu currículo como ator sendo ao todo 26 filmes. José de Abreu foi casado com Nara Keiserman com quem teve três filhos Ana, Cristiano e Théo. Ainda foi casado com a advogada Neuza Serroni e teve um filho chamado Rodrigo, mas que faleceu em 1991. José de Abreu ainda teve um filho chamado Bernardo com Andrea Pontual e foi casado com Priscila Petit de quem se separou em 2016.

Polêmico como sempre o ator se envolve em discussões pela internet e chegou a cuspir em um casal em um restaurante. Após afirmar que apoiava o Partido dos Trabalhadores e que nunca recebeu dinheiro da Lei Rouanet o ator foi obrigado pelo Ministério da Cultura a devolver R$ 300 mil que captou através da respectiva lei para uma peça.

O mesmo também foi bastante criticado ao pedir aplausos para o petista e ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, preso e condenado por corrupção.

Biografia de José de Abreu
5 (100%) 7 votes

Leave a Reply