Skip to content
Biografia Resumida

Biografia de Émile Durkheim

Dentre as diversas contribuições para o estudo da sociologia, Émile Durkheim deixou também uma contribuição significativa para o entendimento das relações sociais da atualidade, muito a frente de seu tempo.

Veja a seguir, a biografia deste sociólogo e suas contribuições para a sociologia moderna.

Quem foi Émile Durkheim

Émile Durkheim nasceu e morreu na França (1858 e 1917 respectivamente), foi um dos principais fundadores da sociologia moderna, foi ele quem ministrou o primeiro curso de sociologia do mundo, também na França.

Os métodos de pesquisa sociológica utilizados por Durkheim são até hoje uma referência metodológica nos trabalhos sobre ciências sociais.

Influenciado por Augusto Comte, Durkheim trouxe abordagens e delimitações para as formas com as quais a sociologia deve abordar os objetos de estudo, principalmente no que se refere às relações sociais e a formação dos indivíduos.

Quem foi Émile Durkheim
Foto: Reprodução.

Ideias e teorias de Durkheim

Conforme afirmava Durkheim, a sociologia tinha por objetivo estudar de forma sistematizada as realidades sociais dos indivíduos, ou seja, a realidade em que estava inserido influenciava na construção da personalidade.

Para uma real e efetiva abordagem da sociologia, a mesma deveria se apropriar de ferramentas utilizadas por outros campos da ciência, principalmente: o método cientifico e a observação empírica.

Desta forma, as principais contribuições do autor fora estabelecer elementos e formas para o estudo da sociologia, outros aspectos considerados pelo mesmo era a individualização do sujeito social e a formação de uma nova ordem, principalmente pautada no estudo dos fatos sociais.

Conforme propõe o pensamento do autor, a sociologia não deve estudar as individualidades das pessoas e sim criar mecanismos para entender os fatos sociais, de acordo com o mesmo são os fatos sociais que moldam as ações da sociedade.

Os fatos sociais devem ser analisados a partir de suas três características principais, as quais:

-Os fatos sociais são externos ao individuo: que traz que os fatos sociais existem e acontece independente da vontade de um individuo isolado (ou grupos);

-Os fatos sociais possuem natureza coercitiva: traz que os fatos sociais são influenciadores, ou seja, que possuem capacidade de fazer os indivíduos agirem de maneira diferente, para tanto usam de ameaças (como ter a liberdade retirada);

-Os fatos sociais possuem também natureza generalista: que significa dizer que de uma forma ou de outra atingem a todos sem nenhuma exceção.

Além do campo supracitado acima, Durkheim também traz contribuições sobre temas recorrentes na sociedade, tais como: suicídio, crimes, atentado a propriedade, homicídio e outros.

Sobre o suicídio, o autor publicou um livro onde criticou as taxas de suicídios nos países ocidentais, além de que expôs de forma clara que o suicídio vem a ser um fato social que está relacionado com as motivações pessoais e somado as influencias sociais que compõem o individuo.

Desta forma, o autor preconizou que o problema deve ser visto a partir da ótica sociológica e não somente da psicológica e biológica.

Ainda sobre o assunto, Durkheim afirma que o suicídio é decorrência do grau de influência, interação e de solidariedade entre os indivíduos, e a partir desta analise o autor traz que existem três tipos de suicídio, os quais:

-Suicídio decorrente da vida em sociedade moderna: é pautado principalmente no individualismo extremo, comum das sociedades modernas. Este tipo de suicídio é praticado por pessoas que não se encaixam ou não são integrados à sociedade e por isso se sentem excluídos.

-Suicídio que quer obedecer a forte influencia do coletivo: é aquele que por não ser encaixar no estilo de vida imposto, que de alguma forma obedecer à sociedade e se retirar por completo dela.

-Suicídio recorrente de crises e modificações sociais: ocorre de forma coletiva, mesmo sem comunicação entre os indivíduos, acontecem em períodos de crises ou de grandes modificações sociais (desenvolvimento acelerado).

Como podem ser observadas, as contribuições de Durkheim foram significativas não somente para o estudo da sociologia, como diversos outros.

A análise da coletividade é sem dúvida fundamental para uma verdadeira conclusão sobre os indivíduos isolados.

Dentre as principais obras e trabalhos publicados por Émile Durkheim estão:

  • Da divisão do trabalho social, publicado em 1893;
  • O suicídio, publicado em 1897;
  • Regras do método sociológico, publicado em 1895;
  • As formas elementares da vida religiosa, publicado em 1912;
  • Existem também outros livros e materiais do autor, a maioria disponível gratuitamente na internet.

Como Émile Durkheim morreu?

Émile Durkheim morreu aos 59 anos no mesmo país em que nasceu, a causa da morte do sociólogo foi um derrame cerebral.

Curiosidades

Dentre as principais curiosidades sobre o sociólogo Durkheim é que o mesmo fora acusado diversas vezes de ser determinista e holístico, devido à abordagem e a metodologia que utilizava.

Fora também muito comparado com Max Weber, que também enfatiza os indivíduos em sociedade nas suas análises.

Alguns consideram a visão do sociólogo minimalista demais para a complexidade da sociedade. Entretanto, mesmo ante as inúmeras criticas a contribuição do mesmo para a sociologia foi e será ainda inquestionável.

Frases de Émile Durkheim

Veja algumas frases famosas já ditas por ele:

  • “É preciso sentir a necessidade da experiência, da observação, ou seja, a necessidade de sair de nós próprios para aceder à escola das coisas, se as queremos conhecer e compreender.”
  • “Nosso egoísmo é, em grande parte, produto da sociedade.’
  • “Não há senão diferenças de um certo gênero que tendem uma para a outra; são aquelas que em lugar de se opor e de se excluir, se completam mutuamente.”
  • “Não há senão diferenças de um certo gênero que tendem uma para a outra; são aquelas que em lugar de se opor e de se excluir, se completam mutuamente.”
  • “O indivíduo se mata para parar de sofrer.”
  • “Perseguir um objetivo que por definição é inatingível é condenar-se a um estado de infelicidade perpétua.”

Gostou da biografia de Émile Durkheim? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais, deixa seu comentário abaixo e sua avaliação nas estrelinhas.

Biografia de Émile Durkheim
5 (100%) 16 vote[s]