Biografia de James Dean

James Dean foi um dos maiores astros da história de Hollywood e teve sua carreira cinematográfica marcada por três filmes: Vidas Amargas (1955), Juventude Transviada (1955) e Assim Caminha a Humanidade (1956).





O ator morreu aos 24 anos de idade, após um trágico acidente de carro perto da cidade de Cholame, na Califórnia.

Em seus filmes, o ator mostrava sempre a luta contra os valores burgueses e sua insegurança durante a fase da adolescência. Tornou-se assim, ícone de rebeldia e fez da vontade de viver intensamente, seu estilo próprio.

James Dean

Neste post você verá a biografia de James Dean. (Foto: Reprodução.)

Quem foi James Dean?

James Byron Dean nasceu em Marion, Indiana, nos Estados Unidos, no dia 8 de fevereiro de 1931. Filho de Wilton Dean e de Mildred Dean. Após perder a mãe, aos nove anos de idade, James foi levado para fazenda de seus tios em Fairmont.

O menino era descrito como uma criança agitada, que não seguia regras. Mesmo rebelde, aos 14 anos já mostrava seu talento para artes cênicas quando integrou o grupo de teatro da escola.

Depois de formado, mudou-se para casa de seu pai e sua madrasta e se matriculou no Santa Monica College, na California. Em 1950, James Dean transferiu-se para Los Angeles e ingressou na Universidade da Califórnia (UCLA), para cursar teatro.

Para se sustentar, trabalhava como garçom. Na época, atuou na peça “Macbeth” e em 1954 foi convidado para fazer um teste na Warner.

Principais obras do ator

James Dean foi figurante nos filmes “O Marujo Vai na Onda”, “Fixed Bayonets”, “Sinfonia Prateada” e “Atalhos do Destino”. O artista também foi indicado a melhor ator em 1957.

Suas principais obras foram:

  • Vidas Amargas (1955) sob a direção de Elia Kazan. O filme é um drama/romance que narra a história de um rapaz que disputa a afeição paterna com seu irmão mais velho.
  • Juventude Transviada (1955), Dean atuou no drama interpretando um jovem encrenqueiro. O filme dirigido por Nicholas Ray, estreou um mês após a morte do ator.
  • Assim Caminha a Humanidade (1956), foi o último filme de James Dean. O drama foi dirigido por George Stevens. Dean contracenou com Elizabeth Taylor, Rock Hudson e Denins Hopper.
James Dean Foto

Foto: Reprodução

A vida pessoal de James Dean

Segundo os jornais e pessoas próximas ao ator na época, James era uma pessoa centrada em seu trabalho e sua carreira. Para ele, a atuação era sua vida. Seus personagens atormentados podem ter recebido inspiração de sua própria vida.

O ator perdeu sua mãe ainda criança e seu pai abriu mão de criá-lo. Seu caso amoroso mais famoso foi com a atriz italiana, Pier Angeli que o trocou pela cantor Vic Damone.

Ele era fascinado por carros e motos e sempre dirigia em alta velocidade. O jovem também tinha uma vida social agitada, bebia e fumava fora dos sets de filmagem.

A morte de James Dean

James Dean faleceu em 30 de setembro de 1955 ao bater seu Porsche apelidado de “Little Bastard”. O ator dirigia em alta velocidade quando bateu em um carro Ford que vinha na direção contrária. James morreu na hora.

O jovem de 24 anos estava indo para uma competição de corrida de carros de luxo, uma de suas paixões.

Frases de James Dean

Veja algumas das principais frases ditas ou escritas pelo ator:

  • “O melhor de ser solteiro, é que você pode entrar na cama pelo lado que quiser.”
  • “Confiança e fé são as suas coisas principais. Você não deve se permitir ser teimoso.”
  • “Sonha como se vivesses para sempre; vive como se fosses morrer hoje.”
  • “Não tem jeito de ser verdadeiramente notável neste mundo. Estamos todos impalados nas curvas da condição.”
  • “Sonhe como se fosse viver para sempre, viva como se fosse morrer amanhã.”

Gostou da biografia de James Dean? Então compartilha o post com seus amigos nas redes sociais e também nos grupos de WhatSapp.

Biografia de James Dean
Avalie esta biografia!

Leave a Reply